BTCast 056 – Imago Dei

 

Muito bem, moçada! Série nova iniciando aqui no #BTCast. Em 3 episódios Bibo, Mac e Alex desmistificam o ser humano a luz da bíblia. Sejam bem vindos a Série Antropos!

No primeiro episódio saiba o que é Antropologia Bíblica, descubra as respostas das maiores perguntas da humanidade e entenda de uma vez por todas o que significa ser imagem e semelhança de Deus!

Arte da vitrine Junior Peres, conheça mais o trabalho dele aqui!

Comentado no episódio:

Campanha #gravaMarina segue modelo de tweet:

Moçada, já estamos conversando com a assessoria da @silva_marina Então podemos parar com a campanha #GravaMarina valeu a tod@s que pediram!

Prezada @silva_marina gostaríamos muito que você gravasse um podcast com a turma do @bibotalk Muito obrigado! #gravaMarina

Agora é com vocês!

Links comentados no episódio:

  • Eu falei no podcast que era do Batistta Mondim o texto, mas é do Merval Rosa, clique aqui.
  • Artigo do Bibo, Desafios da Ética, clique aqui.
  • Artigo do Prof. Neivaldo sobre ética planetária, clique aqui.
  • Artigo do Alex sobre Igreja e Globalização clique aqui.
  • Áudio post do Alex com os links do Submarino, clique aqui!

AJUDE NOSSO EDITOR A TER UM NOVO NOTEBOOK, faça a sua doação no botão abaixo:


[wppb progress=45 option=”animated-blue candystripe” percent=inside]

Siga-nos no twitter @bibotalk @Mac_Mau   @stahlhoefer

Curta nossa FanPage www.facebook.com/bibotalk

Assine o feed http://feeds.feedburner.com/bibocast

envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com

ARQUIVO ZIPADO, clique aqui!

Ouça no PLAYER abaixo ou clique em DOWNLOAD para baixar (clique com o botão direito do mouse e escolha a opção Salvar Destino Como, ou Salvar Link) Arquivo MP3!

Categorias: Antropos,BTCast,Podcast

Tags: ,,,,,,,,,,,

  • Rafael Rabelo

    Demorou hein… ouvindo.

  • Rui de S. Lima

    Cara ótima temática, e o mais legal é q vai ser uma série! Otima ideia gravar um pod com a Marina. Deus continue guiando cada um nesse trabalho abençoador.
    E

  • Baixando!

  • Riba

    Um autor que li e despertou interesse quanto à antropologia pensando no campo teológico foi Don Richardson, com o livro “O Fator Melquisedeque”.

  • Simone Cardoso

    Obaaaaa!!!
    Já aqui ouvindo e baixando, já volto para comentar sobre o Podcast 🙂
    Muito bom todos reunidos novamente 🙂

  • Marcel Lima

    Cara Excelente podcast, tive várias hemorragias nasais, um dos melhores até o momento.
    Mas no final, o Alex fala que alguns teólogos e filósofos tem invertido dizendo que o ser humano está acima da criação e colocado o planeta antes dos ser humano, mas assim não sei, será que a prioridade não deveria ser o humano mesmo? Que é a fonte do problema, e tratando ele de fato, teria conseqüência em todo o resto?
    Apesar de que o ser humano tem um problema muito grande em encontrar o equilíbrio das coisas, talvez deveríamos também dar um enfoque ao planeta em que estamos vivendo, enfim..A Deus seja a glória por usar seus instrumentos, continuem nessa pegada. Abrçs

    • Alex

      Obrigado Marcel,

      Quanto ao que citei no pod. Segue excerto do artigo meu que está linkado no post:

      Por causa do amor não consideraremos a criação como uma coisa que está aí para ser consumida e degradada conforme as necessidades humanas. Uma leitura rasa dos textos bíblicos pode conduzir a uma legitimação dos processos de degradação do meio ambiente. Entretanto, sublinhamos aqui o recente chamado de teólogos como Jürgen Moltmann e Carlos A. Sintado para uma hermenêutica que considere a terra como um bem comum de todos. Que coloquemos a criação como um todo acima de nós mesmos, ainda que o Salmo 8 nos indique que a pessoa humana seja a coroação da criação, está coroa não poderia ser lida como um legitimação de um poder dominador, antes como responsabilidade para proteger. Moltmann propõe uma inversão no esquema Deus-homem-terra, para um novo paradigma Deus-terra-homem. No velho paradigma o ser humano estava abaixo de Deus e acima da criação, porém esta hierar- quia de valor favoreceu a um domínio irresponsável da terra. Mesmo o antigo Israel com toda a legislação que previa descanso para a terra, perdão das dívidas, alimento para o pobre, dignidade até mesmo para o animal nos campos, experimentou desigualdade e injustiça social. O novo paradigma propõe inverter os valores, onde o bem comum da terra é colocado acima dos desejos do ser humano. Onde a interdependência está acima da individualidade. De forma que Deus permaneça sendo confessado como o Senhor do cosmos, mas onde o ser humano, em amor busca primeiro o interesse da criação, e não o seu próprio. (Stahlhoefer, A. IGREJA E GLOBALIZAÇÃO: PERSPECTIVAS TEOLÓGICAS PARA AÇÃO DA IGREJA NO MUNDO GLOBALIZADO, Revista Azusa, v.6, 2012, p.19-20).>

      Ou seja: não significa que sejamos do ponto de vista das ordens da criação inferiores ao planeta terra, mas significa que considerando o amor cristão nós decidimos nos fazer inferiores ao planeta no sentido de respeitá-lo e conservá-lo. Não é uma ordem dada por Deus, mas uma ação humana baseada no amor de Deus.

      Moltmann explica seu ponto de vista no seguinte artigo: MOLTMANN, J. A common earth religion: world religions from an ecological
      perspective. In: The Ecumenical Review 63.1. Genebra, WCC Publication, 2011.

      Abraço!

  • Ouvindo pau-sa-da-men-te.kkkkkk e voltando a toda hora.kkkk.Vou demorar um pouquinho para comentar mais.kkkkkkkkkkkkkk.

  • Baixando….
    Em breve Comento hehehe

  • Marcos do Prado silva

    Busque fazer o bem independentemente da resposta das pessoas. Somos chamados a servir aqueles que necessitam, não pelo que podem nos oferecer, mas sim porque é nosso dever.

  • Ninja

    Olha só: Que feio o Mac não ouviu o Audiopost #007? hahaha

    Excelente Btcast!

    • Mac

      Como assim?

  • Oba!, BTCAST DE GÊNESE! fico no aguardo!

  • Ester R. P. Martins

    Muito edificante! Grata pela vida de vocês que nos auxiliam no discernimento da revelação de Deus e da vida.

  • Olavo Cortez

    Parabéns a todos os envolvidos nesse ministério… Mais uma vez, um BTCast edificante e iluminado… Felizmente, terei que ouvir algumas outras vezes para compreender tudo, gosto de temas que nos desafiam a buscar em outras fontes de conhecimento para compreendermos o tema em sua totalidade… Como sempre, muito bem escolhido o tema dessa “minissérie”! Grande abraço a todos…

  • Para o meu primeiro podcast, foi ótimo, fiquei um pouco perdida no começo, por causa de alguns termos, mas logo o Espirito Santo me capacitou, eu pude entender que qnd estudamos antropologia, começamos a valorizar muito mais a criaçao da humanidade, e enxegar o nosso próximo com muito mais amor, pois somo o top da criaçao material…rs é assim q eu penso, desculpe pela simplicidade. Deus abençooe

    • Alex

      Bianca, não se envergonhe da simplicidade, ela tem um valor muito grande, pois vc traduziu a complexidade do tema em uma questão bem simples: ao entender quem somos, de onde viemos, e porque estamos aqui, entendemos que Deus nos chama para amar a Ele e ao nosso próximo. Isso é tudo.
      Abraço.

  • Estou estudando mais sobre este assunto.Mas eu Gostaria de saber a questão da Justiça Original.E gostaria também de saber sobre a questão da diferença dos termos santidade positiva, estado de inocência ou de neutralidade moral” e qual deles é realmente aceitável segundo a criação do homem.
    Estou aprendendo muito com os Pods.O Btcast tem sido um meio de me aprofundar em assuntos antes não conhecidos.Tenho passado até para meu irmão.Abraços!

    • Paulo H.N.R.

      Muito bom, na maioria das vezes escuto mais de duas vezes na mesma semana pra assimilar bem. voc

      • Paulo H.N.R.

        é isso mesmo 51:45 até 51:55
        o Bilbo Diz que o pink e o cerebro tentam dominar o mundo todas as manhãs, é claro que nesse caso: “manhã e noite” são termos intercambiaveis. kkkkkkkk

  • Luciene Pimentel

    Não tenho comentado mas tenho ouvido todos os pods, meninos. Não entendi muita coisa da primeira parte sobre antropologia, vou ter que ouvir de novo. A Segunda parte foi muito legal. Só aquela vinhetinha que vcs arrumaram é que é muito chata, minha gente, tá na minha cabeça até agora… kkkk
    Um grande abraço.

  • Excelente PodCast. Terei que repetir a dose.
    Sobre o “nome científico”, é vendido como: “alça de teto” ou “puxador de teto”, para carros.
    Abraços.

  • Hideki Nakamura

    Bibo,
    Quanto tempo! Faz tempo que não os ouvia :).

    Três observações:
    – A piada do latim / pastor alemão me fez pensar muito se eu devo continuar ouvindo o BTCast…

    – O nome do #$#%@%@ do carro também pode ser Alça de Segurança !!! (Bom, eu supus que é sobre isso que vocês estavam falando !!!). Não conhecia os nomes que o Jerlian comentou ! Vivendo e aprendendo :).

    – E para você, Bibo, não achar que é pessoal, também concordo com a Luciene que a vinhetinha é chata para dedéu!

    Muito legal, agora dá licença que vou ouvir outros BTCasts e se tiver uma piada desse nível novamente, vou largar vocês….

    Um abraço!

    • Bibotalk

      Valeu brother, foi um prazer te ter como ouvinte!
      digo isso, pq piadas ruins foram feitas no 58!

      quanto a vírgula sonora, já reconhecemos nas redes sociais que ela tava meio chatinha mesmo… acontece…

      Um abraço!

  • Victor

    Ótimo podcast. Acho que nunca parei pra pensar em antropologia bíblica, nas minhas reflexões teológicas. Despertou minha atenção para o tema. Talvez até pudesse ser mais abordado. Só vi 2 episódios da série, e acho que o próprio Bibo disse que seria curto, mas iria ser interessante ter outros assuntos do tipo. Mesmo depois de tanto tempo de gravado, gostaria de saber alguma sugestão de livro. Acho que o que está na BTstore já tá na minha lista. Esse assunto e o de aconselhamento foram assuntos novos (para mim) que realmente despertaram meu interesse. Valeu btcasters.