Lado a Lado #005 – Barrados no Baile | Métodos de Contracepção

 

Desde o Antigo Egito até a Grécia de Hipócrates, passando pela mesopotâmia e pelo povo Hebreu, a humanidade utiliza métodos para evitar a concepção.

Se antes a lista de métodos era curiosa e bizarra, (sugerindo usar fezes de crocodilo e esponjas embebidas em suco de limão), com a revolução industrial e o avanço das pesquisas médicas temos hoje uma grande variedade de tipos de métodos contraceptivos.

Métodos de barreira, hormonais, cirúrgicos e naturais; você conhece esses métodos? Sabe realmente como eles funcionam? Utiliza um método que não vá conta os seus princípios relacionados ao início da vida?

Buscando responder essas e outras perguntas, além de compreender o histórico do uso e criação de métodos contraceptivos; Andrea Menezes, Tatinha Vidal e Silvana Silva iniciam uma conversa sobre Planejamento Familiar, nessa primeira parte abordando especificamente os métodos contraceptivos, para trazer informação teórica para capacitar minimamente os membros do Corpo de Cristo a escolherem com propriedade e sem duvidas o melhor método contraceptivo que podem usar para o planejamento familiar.


Vitrine: Giancarlo Marx
Edição: Rogério Moreira Jr
Participação Especial: Diego Vieira e Marcelo Edreira


Se aprofunde no assunto..


Referências

• Maria das Dores Campos Machado. Corpo e Moralidade Sexual em grupos religiosos. Estudos Feministas N1/95:7-27.
• Julia Miranda. Cientistas defendem 5 momentos para início da vida humana. (site)
• Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi. A ética, as leis e as religiões nos tratamentos de fertilização. (site)
• Mário Sergio de Santana. A Assembléia de Deus e a Revolução Cultural. (site)
• Jane Bichmacher. Judaísmo, Cristianismo, Sexo e Pecado. (site)
• Silvana Morandini. Aspectos Éticos e legais do aborto. Ribeirão Preto 04/2014.
• Larrimore WL. Does pregnancy begin at fertiization? Family Medicine. 36(10):690. 2004
• Nerbas RJ, Ott ON. Considerações da Ética Cristã quanto ao uso de Fertilização in vitro como técnica de reprodução humana assistida. Revista igreja Luterana. 04/2014. (site)
• Steiberg JR, Russo NF. Evaluating reasearch on abortion and mental health. Contrception 80: 500-503. 2009.
• Stanford JB. Population, Reproductive, and Sexual Health: Data Are Essential Where Disciplines Meet and Ideologies conflict. Frontiers in public Health 4:1-2 March 2016.
• Herrman PF et al. The Effectiveness of a fertility awareness based method to avoid pregnancy in relation to a couple’s sexual behaviour during the fertile time: a prospective longitudinal study. human Reproduction Vol22, no.5pp1310-1319,2007.
• Novikova et al. Effectiveness of levonorgestrel emergency contraception given before or after ovulation – a pilo study. Contraception 75: 112-118 (2007)
• Blanc AK, Tsui AO. The Dilemma of past Success: Insider’s Views on the future of the International Family Planning Movement. Studies in Family Planning 36(4): 263-276, 2005.
• Maria das Dores Campos Machado. Identidade religiosa e moralidade sexual entre católicos e evangélicos. In: Direitos Tardios: saúde, sexualidade e reprodução na América Latina. Fundação Carlos Chagas, 1997.
• Joana Maria Pedro. A experiência com contraceptivos no Brasil: uma questão de Geração. Rev. Bras. De História, São Paulo 23 (45), 239-260; 2003.
• ePortuguese. Breve História da Concepção. OMS. (site)
• Comparativo de métodos contraceptivos. Bayer Health. (site)
• Flaviane Brandemberg. Métodos anticoncepcionais ao longo da História. (site)
• Jane Bichmacher. Judaísmo, Cristianismo, Sexo e Pecado. (site)
• Diafragma: breve histórico. Semina. (site)

Categorias: Lado a Lado,Podcast

Tags: ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

  • Utilidade pública esse podcast! Parabéns pelo trabalho, acompanho desde o primeiro e a qualidade só vem crescendo. Eu e minha noiva já tínhamos conversado sobre essas questões, mas o podcast me ajudou bem a entender melhor cada um dos métodos, e já indiquei para ela que curtiu tbm rs. Uma coisa que para mim é um ponto positivo do podcast de vcs é a duração, pois gosto de podcast mais longos e é o tempo certo do meu trajeto de casa para faculdade. Parabéns novamente até!

    • Silvana Oliveira E Silva

      Que bom que vc também é do #timepause kkkkkk Eu adoro podcast longo.
      E ficamos felizes em saber que foi útil para vc a discussão. Abç

  • Tamires Azevedo

    Como o comentário anterior esse podcast é de utilidade pública. Aprendi de mais com vocês, coisas que nem se quer passaram pela minha cabeça, e olha que sou mulher heim, rs. Só senti falta de não terem falado da pílula do dia seguinte, pois ainda a dúvidas sobre o uso dele, em como ele age.
    Parabéns meninas, esperando pela parte dois.

    • Silvana Oliveira E Silva

      Pois é. Temos muito assunto para pouco tempo. Acho que daria para fazer uns 5 episódios sobre contraceptivos. E talvez a pílula do dia seguinte seja “resgatada” num episódio posterior.
      Mas para quem passa por aqui, deixamos claro. Nem todos usariam se entendessem como funciona, e em geral é igual a bomba atômica, só se usa uma vez.

  • Gyselle P. Teixeira Correia Li

    ótimo cast meninas 😀

    • Silvana Oliveira E Silva

      Obrigada Gyselle, feliz por ver mais uma mulher comentando!!!

  • Daniel Nogueira

    Muito bom o episódio meninas!

    Acho q faltou falar só a treta q rolou q fizeram experimentos de um anticoncepcional masculino e que foi descartado pelos efeitos colaterais. Só que os efeitos são bem semelhantes aos femininos hj. Viram essa notícia?

    http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2016/11/anticoncepcional-masculino-e-adiado-por-ter-reacoes-semelhantes-ao-feminino.html

    • Silvana Oliveira E Silva

      Legal pela observação Daniel!
      Bem, como vc viu, falou tempo para tanta treta sobre esse lance de atrapalhar a vida das células reprodutivas…. mas realmente esse debate é interessante. Valeu pela dica.