BTCast 191 – Canaã – série Os Outros

 

Muito bem (3x), o seu podcast semanal de teologia está no ar. Bibo e Will recebem novamente o professor André Reinke para juntos irem até Canaã, a terra prometida

Quem foram os cananeus? Como se organizavam socialmente? Por que a religião cananeia foi tão atraente ao povo de Israel? Por que foi dito que é uma terra que “mama” leite e mel? E o que dizer sobre a terra prometida hoje em dia? Essas e outras perguntas discutidas nesse #BTCast.

O podcast cristão do Bibotalk tem a missão de ensinar teologia em áudio a fim de ver o crescimento bíblico-teológico da igreja brasileira.

Arte da capa: Guilherme Match (conheça o trabalho dele aqui!).

LINKS COMENTADOS


AJUDE AO JONATAS, VISITE A PÁGINA OFICIAL E SAIBA COMO, clique aqui! ASSINE O ABAIXO ASSINADO CLIQUE AQUI

ESCOLA TEOLÓGICA BIBOTALK, CLIQUE AQUI!

————————

INSCREVA-SE PARA O BTDAY AQUI

Seja um Mantenedor do Bibotalk!

nosso email: podcast@bibotalk.com

Canal de Distribuição no Telegram, clique aqui! LISTA DE DISTRIBUIÇÃO NO WHATSAPP +5547992104938

  • @BiboBTcast | @Mac_Mau | @stahlhoefer | @milhoranza |
  • facebook.com/bibotalk | twitter.com/bibotalk | instagram.com/bibotalk
  • Assine nosso canal no Youtube, clique aqui!

  • Assine o feed http://bibotalk.com/categoria/podcast/feed/
  • Envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com, ou no botão “Gravar Efeito BTCast!” no canto inferior direito da sua tela!
  • Categorias: BTCast,Os Outros,Podcast

    Tags: ,,,,,,,,,,,,,,,,

    • Lourival Gonçalves

      Caminhando eu,pra Canaã…..baixando.

    • Sidnei Adão Luiz Izaias

      agora quebrou minhas pernas, e a referencia de filisteus em Gen 26:8?

      “E aconteceu que, como ele esteve ali muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhou por uma janela, e viu, e eis que Isaque estava brincando com Rebeca sua mulher.” Gênesis 26:8

      • André Daniel Reinke

        Ao que parece, havia alguns “pontos comerciais” dos filisteus na costa palestina antes da chegada em massa do século XII, o que pode explicar a presença de alguns deles antes. A raridade de citações a filisteus nos textos bíblicos mais antigos parece mostrar que eles realmente não estavam lá antes como reino organizado e poderoso.

        • Sidnei Adão Luiz Izaias

          entendi, muito obrigado pela exposição

    • João Lucas dos Santos

      Sempre que eu escuto alguém cantando “Caminhando eu vou, para Canaã” me lembro de algum podcast que o Cacau Marques participou em que ele contou que alguém ia cantar essa música mas confundiu a letra e cantou: “eu vou pra maracangalha, eu vou…”

      kkkkkkkk

      Att,

    • Luiz Renato Oliveira Périco

      Ouvindo, sensacional. Uma pequena correção: o alfabeto fenício e o hebraico na verdade só possuem consoantes, tanto que um dos motivos de a gente não saber exatamente a pronúncia do tetragrama YHWH é que ele não tem vogais. Os gregos acrescentaram as vogais.

      • André Daniel Reinke

        Sim, você tem razão. Pensei “vogais” mas falei “consoantes”. Só me toquei ouvindo o programa de novo. Obrigado pela correção.

    • Celso Rosa

      Comentando sem ouvir… afinal, porque sim né… mas não estou achando na lista de categorias a série “os outros”… será que eu sou burro?

      • arrumado, valeu mano!

        • Celso Rosa

          Sempre bom saber que eu não sou burro kkkk

    • Tauan

      Acho que o professor se confundiu ao falar do alfabeto fenício e do grego. Tenho a impressão que o alfabeto fenício era só de consoantes e depois os gregos inseriram as vogais no alfabeto deles e não que o alfabeto fenício era só de vogais. Fora esse detalhe não tem o que retocar do podcast. Acho que se levantou rapidamente, na discussão sobre o “El”, um tema que daria pano pra manga que é o tal desse “Fator Melquisedeque”, quando algum povo de fora dos israelitas recebe uma parte da revelação. Não só a questão de “El” como nome de Deus, mas também aquele altar “ao deus desconhecido” dos gregos que Paulo usa como ponto de partida para o discurso em Atos apontam para uma revelação divina que esses povos gentios tiveram.

      • André Daniel Reinke

        Sim, você tem toda a razão. Ouvindo agora a gravação, vi que cometi está gafe. Falei em consoantes pensando em vogais. Os gregos acrescentaram vogais ao alfabeto consonantal. Errei, e repeti o erro várias vezes, eheheh. Lamentável. Obrigado por deixar registrada a correção aqui. Abraço!

      • André Daniel Reinke

        Concordo, o livro Fator Melquisedeque, do Don Richardson, é sensacional. Realmente daria uma conversa inteira. Vamos passar um pouco por cima deste tema na conversa sobre os gregos, mais adiante.

    • Gabriel Pedroso

      Pra acrescentar: a referida citação ‘Carthago delenda est’ (Cartago deve ser destruída) era mencionada por Catão, o Velho, que sempre terminava seus discursos no Senado Romano com a frase.

    • Willian Kenedy

      Onde é que eu baixo essa apostila do André? manda aí bibo pelo amor de Deus

    • Sem puxar para um discurso triunfalista, mas pensando em veracidade de relatos, os relatos dos espias em Números 13 não descrevem uma terra no mínimo bem organizada com agricultura e fortificações? O relado de que “realmente mana leite e mel” dito pelos espias, não seria uma confirmação no texto de terem encontrado um local fértil ou no mínimo organizado em termos de agricultura a ponto de serem boas para o cultivo de uvas (em vinhedos pelo visto), romãs e figos? Um bom lugar para viver em outras palavras?

      Isso sem comparações com fertilidade máxima já encontrada no planeta ou ideal de paraíso frutífero, mas comparado o deserto pedregoso + uma vida em tendas armadas à uma terra com plantações que frutificam num local bom para se montar uma cidade, ou com estrutura para deixar a vida nômade e aproveitar de uma vida agrícola (mel, talvez na metáfora mel de Tamara que faria mais sentido do que de abelhas) e pastoral (leite). Faz sentido?

      • André Daniel Reinke

        Sim, faz muito sentido. Muito boa colocação. Na comparação com o que viviam, é uma terra fantástica; na comparação dela com o Egito ou a Mesopotâmia daquele tempo, mais ou menos. É sempre na perspectiva do que é adequado para você naquele momento. Boa parte dos judeus que estavam no exílio babilônico não quiseram voltar para a terra que mana leite e mel porque tinham uma vida muito melhor lá (apenas pra citar um exemplo). Concordo plenamente contigo.

    • Leo Ribeiro

      parabéns pelo trabalho, show de bola, e cade o link do abaixo assinado?

    • Poliane da Paixão

      Tem algum livro para indicar sobre a história dos cananeus, que valha a pena?