BTCast 228 – A fé pentecostal

Muito bem (3x), o seu podcast semanal de teologia está no ar. Bibo, Rogério e Will recebem o pentecostal  Gutierres Siqueira para juntos conversarem sobre a fé pentecostal.

O que são realmente os pentecostais? O que caracteriza a fé pentecostal? O que o falar em línguas significa nesse movimento? Existe pentecostal reformado? Qual o papel da teologia lucana na teologia pentecostal? Podemos ser pentecostal nutela?

O podcast cristão do Bibotalk tem a missão de ensinar teologia em áudio a fim de ver o crescimento bíblico-teológico da igreja brasileira.

Arte da capa: Guilherme Match (conheça o trabalho dele aqui.)

Links comentados:

Products from Amazon.com.br


Seja um Mantenedor do Bibotalk!

nosso email: podcast@bibotalk.com

Canal de Distribuição no Telegram, clique aqui!

  • @BiboBTcast | @Mac_Mau | @stahlhoefer | @milhoranza |
  • facebook.com/bibotalk | twitter.com/bibotalk | instagram.com/bibotalk
  • Assine nosso canal no Youtube, clique aqui!

  • Assine o feed http://bibotalk.com/categoria/podcast/feed/
  • Envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com, ou no botão “Gravar Efeito BTCast!” no canto inferior direito da sua tela!
  • Categorias: Azusa,BTCast,Podcast

    Tags: ,,,,,,,,,,,

    • FelipeLemos

      Bem, eu escutei o episódio completo e tive uma impressão que parte da Teologia Pentecostal é baseada de forma empírica. Tipo, algumas definições, conceitos seriam baseados na observação do ato. Não sei se foi a forma de como o tema foi tratado ou em alguns casos é isso mesmo.

      • Leandro

        Não empírica, mas sim sentida, vivida.
        Da mesma forma que a conversão é uma “definição bíblica”, todavia precisa ser vivida para entender o seu total significado.

    • Petherson Costa

      O mais maneiro de ouvir um cara tipo o Gutierrez é reconhecer que o pentecostalismo preserva as verdades inegociáveis do evangelho. Sou de outra tradição, e mesmo discordando de algumas interpretações citadas, não tenho motivos pra não chamar de irmão em Cristo um pentecostal que crê da forma como exposta nesse episódio.
      Valeu, Bibotalk!!

    • Mael Spinelli

      Parabéns pelo PodCast! No episódio sobre mitos, tinha entendido uma perspectiva exclusivista com o dom do batismo, mas esse me esclareceu melhor e foi muito interessante. Mas fica uma dúvida que não entendi ao certo: Ser pentecostal é crer no dom do batismo como algo diferente da conversão apenas ou tem que estar relacionado ao dom de línguas também? (Queria deixar isso claro, pois tenho uma experiência pessoal de revestimento de poder, entretanto, não está relacionada às línguas e gostaria de saber mais sobre o assunto).
      Deus os abençoe.

      • Não precisa estar relacionado ao dom de línguas. Isso é uma diferença de entendimento que existe dentro do pentecostalismo, mas ambos os pensamentos estão dentro da tradição pentecostal.

    • Leandro

      Maravilhoso… Muito interessante a comparação dos escritos de Lucas e Paulo.
      Como sempre, aprendi demais.

    • Alexandre

      Excelente PodCast. Acredito que Gutierres com muita propriedade e de maneira bastante didática contribuiu para remover muitos mitos e inverdades sobre a teologia pentecostal classica. Parabéns pelo excelente conteúdo!

    • João Lucas dos Santos

      Muito bom o episodio.
      Bem, apesar de ser Metodista não me considero um pentecostal. Acredito que Deus fala como quer e quando quer, mas hoje tenho um pensamento mais cessacionista. Sei que é meio estranho ser cessacionista numa igreja que crê no continuismo, mas o que eu mais amo lá é que o povo me ama assim mesmo! kkkkkkkk

      P.S.: Era pra ouvir esse episodio pulando num pé só?

      Att,

    • Matheus Coelho Lemos

      A paz irmãos.
      Cresci em igrejas de tradição pentecostal, hoje me distanciei bastante dessa tradição porque acabei formando algumas opiniões um tanto diferentes dos conceitos pentecostais e me encontro junto com a pequena igreja em que congrego num “limbo denominacional” rs.
      E ao ouvir este BTCast tive realmente a confirmação de que já não posso me considerar um pentecostal, (apesar de ser continuísta), principalmente pela questão do Batismo no Espírito Santo, que hoje eu não acredito que exista por falta de bases Bíblicas; porque quando João Batista fala sobre Cristo ele fala que Ele batizaria “com” o Espírito Santo. Eu digo que houveram 2 tipos de Bastismos, 1. O de João (batismo nas águas exclusivamente para o arrependimento) antes da ressurreição de Cristo; e 2. O Batismo de Cristo (Também nas águas e para o arrependimento, mas com o acréscimo do “Receber do Espírito” o que o diferencia do Batismo de João). Então hoje, eu não chamo mais de “Batismo no Espírito Santo”, mas de “Receber o Espírito Santo”, visto que como o Batismo de João ficou para trás junto com a Antiga Aliança, agora existe como Paulo disse: “um só Batismo” (Ef.4:5), que é o Batismo de Cristo, onde a pessoa é batizada nas águas para o arrependimento também e neste momento que a pessoa entende o significado do batismo nada impede dela “Receber o Espírito” então no mesmo momento ela recebe o Espírito (como muito frequentemente relatado no livro de Atos). Logo vejo o Receber do Espírito como fruto da conversão.
      Abraço

    • Mael Spinelli

      Só uma adendo ao Will, perto da minha antiga casa em Rocha Miranda (Rio de Janeiro-RJ)

      havia uma placa de uma igreja adventista pentecostal… não sei como funciona por lá, mas fica a título de curiosidade.

    • Wesley

      Cara um dos melhores BdCast que eu já vi parabéns glória a Deus pela vida de todos e vamos testemunhar a Cristo.

    • Arnaldo Junior

      E aí pessoal? Ouvindo o episódio fiquei com uma tremenda dúvida: seria a fé pentecostal excludente? Ao ouvir a exposição do Gutierrez me pareceu que pela perspectiva da teologia pentecostal que só as pessoas batizadas com o Espírito Santo estariam aptas ao evangelismo e à pregação. Essa forma de entender os dons não estaria de certa forma excluindo irmãos de denominações históricas, uma vez que não tendo o batismo não estariam aptos para o exercício das atividades citadas? E ainda, dando um ar de exclusividade a ação do Espírito Santo? São dúvidas sinceras… nasci e fui criado em contexto pentecostal clássico mas hj me considero continuista. Fiquem em paz!

      • Eli Morenno

        Exatamente, nunca vão admitir publicamente mas sim, eles acreditam que as denominações históricas meio que prepararam o terreno para eles, os “verdadeiros” detentores da verdade revelada.

    • Rafael

      Seria mais legal se mais pessoas dessem sua visão acerca do que seria a Fé Pentecostal e não apenas o Gutierres.