BTCast 006 – Batalha Espiritual

 
Muito bem moçada estamos de volta com mais um podcast! Nesse programa eu, o Bibo (@bibotalk) e o Mac (@Mac_Mau) entramos no campo da Batalha Espiritual! Entenda qual a postura do cristão nessa guerra, descubra qual música Satanás usa pra te tentar e saiba como marcar território. Isso e muito mais nesse podcast editado pelo nosso convidado!
Comentamos no podcast
Blog do MAC, clique aqui!
Blog do Nicodemos, clique aqui!
Texto da Fides Reformata, clique aqui!
Pregação do Hernandes Dias Lopes, clique aqui!
Aqui você pode baixar a Série Anjos e Demônios. São 3 episódios que exploram esse universo angélico.
EPISÓDIO #01 – Breve introdução a Angelologia (estudo dos anjos). Função dos anjos, sexo, etc. Download
Episódio #2 – Nesse podcast aprenda porque o diabo não veste prada e se ele é mesmo vermelho e chifrudo. Saiba que os demônios nem sempre tem a culpa e descubra se todas as doenças tem origem maligna. Download
Episódio #3 – Nesse podcast tentamos amarrar as pontas soltas, colocando anjos e “demonhos” no seu devido lugar, será que conseguimos? Saiba se o “coisa ruim” pode entrar facilmente em sua vida e se existe mesmo maldição hereditária. Aprenda como expulsar demônios sem fumar cigarros e pare de uma vez por todas de tratar doenças como se fossem possessões demoníacas. Download

Categorias: BTCast,Podcast

Tags: ,,,,,

  • Geração

    Bibow….

    Tá muito bom o PODCAST…
    Continue assim … e …
    me chama pra fazer uma visita … hehe
    Agora a xente mora pertxinho.. néh?

    Abraço,
    Everton de Borba
    http://www.geracaotnt.com.br

  • BiboTalk

    Hehe, somos vizinho neh…pode deixar, vamos marcar sim!

    valeu o carinho mano!

  • Willian Rochadel

    Curti demais este podcast.
    Estão sendo programas cada vez melhores e com mais conteúdo.

  • BiboTalk

    Valeu Will!

  • J.Hudler

    Grande Bibo e Mac!

    Quero ver se "me educo" a consumir mais o seu conteúdo.

    Muito bacana o assunto e parabéns pela abordagem. Me encaixo no Cristão cético, às vezes acho que perto de mim Tomé seria fichinha. Mas esse tema foi importante pra mim, rever alguns conceitos.

    1 forte abraço!
    – Jonatas

  • BiboTalk

    Valeu Jonatas, espero que façamos sempre um podcast instigante para sua apreciação.

    abraço!

  • Françoise Guimarães

    Poxa, que bacana meninos! Esse foi o segundo podcast que eu ouvi de vcs e achei excelente.Ganharam mais uma ouvinte. A madrugada de estudo realmente valeu a pena. Eu já conhecia bastante do tema, tanto de ouvir falar como de presenciar, evito falar por ser um tema delicado e é mais fácil ficar na nossa área de conforto, mas vou começar a ser mais corajosa,hehehe. Achei que vc trataram o tema com muito sabedoria, e assim como no outro episódio de vcs, pude ver uma atenção em tratar com tudo com amor, vcs repetem muito isso. E essa é a principal questão que muitas vezes tem faltado, principalmente em nós blogueiros cristãos, tratar tudo com amor. Mais uma vez, parabéns pelo podcast.

  • BiboTalk

    Valeu Françoise pelo carinho.
    juntos vamos usando a NET para a glorificação do nome do Senhor!

    Abraços!

  • Priscilah F R S

    Bibo e Mac!
    Reafirmando nossa posição de resistência na BE, dentro desse contexto podemos citar Tiago 4:7?
    Prih

  • BiboTalk

    Isso mesmo mana! bem lembrado!

  • Ariston

    Eu tenho um estudo sobre o assunto no meu Blog: http://oracaoemlinguas.blogspot.com/

  • Dino

    Muito legal. Com certeza, nos chama a atenção que os escritos extra bíblicos assumem maior poder do que a própria escritura. Isso um pouco tem a ver com a compreensão de que estamos na era do Espirito, e por isso tem coisas que se descobre hoje ” espiritualmente”, como dizem, sao experiências superiores as revelações dos autores bíblicos. Muito complicado.
    Mas valeu. Gostei muito.
    obs: tenho aqui no me escritório um livro que desrencomendei a uma pessoa: A DIVINA REVELACAO DO INFERNO.
    PROFESSOR DA FLT DISSE: ” INTERESSANTE QUE A PESSOA PRECISA IR AO INFERNO PARA ACREDITAR QUE ELE EXISTE. SENDO, ASSIM, O RELATO BIBLICO SE TORNA POUCO CONVINCENTE?” SEM CONTAR QUE AQUILO QUE SE ESCREVE ALI, SE ASSIMILA MUITO A EXPERIENCIAS DA SEICHONOIE, E DEMAIS SEITAS ORIENTAIS.

    • Bibotalk

      Valeu Dino!

  • Vander Cesar

    Gostei muito do PodCast de vocês parabéns!!! Deus continue abençoando!

    Porém no final você disse sobre o filme Senhor dos Anéis, onde possui muito ocultismo assim como no filme Sherlock Holmes e tantos outros, apesar de concordar que vendo esse filme não estou trazendo o diabo para a minha casa, fica uma questão… todos os símbolos e cenas que trazem elementos do ocultismo no decorrer do filme, vem com mensagens subliminares voltado para a área de satanismo, espiritismo e assim vai… Esses tipos de coisas do ocultismo no filme não trazem nenhum prejuízo para a minha mente, para minha família que possa afetar a vida espiritual?

    Obs.: Estou perguntando porque não sei muito sobre o assunto e gostaria de entender um pouco mais, quem sabe não possa ser um assunto de um podcast.

    Desde já agradeço, e segue o site do ministério do qual sou membro:
    http://igrejanovoser.com.br/

    Abraços!

    • Olá Vander,

      Basicamente temos dois pontos aqui. Primeiro, nem todo símbolo usado pelo ocultismo é uma afronta direta ao cristianismo por si só.
      Sei que algumas vezes nos confrontamos com algo que está carregado de uma simbologia destrutiva e agressiva, que fere princípios bíblicos. Sendo assim, a recomendação para todos é simplesmente PARAR.

      Mas não sendo esse o caso, depende do contexto em que o símbolo é usado. O fato de que por vezes encontramos tais símbolos expressos em cultura secular não quer dizer que estamos sujeitos a alguma influência maligna sempre que eles aparecem.
      Sobre isso, penso que se encaixa perfeitamente o que Paulo disse sobre carne sacrificada aos ídolos em 1ªCo 8. Ou seja, a carne só tem valor anticristão (não pode ser ingerida) quando está inserida no contexto de culto pagão, pois se você como cristão comesse dela seria como se estivesse compactuando com aquilo. Logo, penso que com símbolos ocultistas acontece da mesma forma, a saber, que conflitam com a fé cristã quando o crente participa diretamente do objetivo para o qual o símbolo foi feito. Sendo assim, não creio que seja o caso levantado por você.
      Assim, por serem símbolos não são nada em si mesmos. Todavia, eles podem ter um agravante, haja visto que carregam algum significado consigo, e aqui entra o segundo ponto.
      Paulo nos diz a partir do verso 9 do texto bíblico supracitado que devemos ser cuidadosos quanto ao exercício da nossa liberdade em comer da carne que foi usada em culto pagão. Ainda que não seja pecado, ele atenta para o fato de que podemos escandalizar alguém que possui um consciência mais fraca ao ver-nos comendo da carne. Aí sim, se o fazemos sem pensar no próximo, seria uma atitude de desamor, de forma que nesse aspecto se constitui um pecado. Ou seja, estaríamos ferindo a consciência do nosso irmão em Cristo.

      Com os símbolos ocultistas não é diferente. Devemos ter o mesmo cuidado em lidar com eles, sobretudo se usamos da nossa liberdade cristã para assistí-los em um filme, para citar o seu exemplo. Nesse caso, se a sua consciência permite que você prossiga, amém. Se houver pessoas junto com você que não possuem maturidade para seguir em frente como talvez você tenha, por amor a elas, sugiro que não o faça. Agora, se você mesmo não se sente bem em fazê-lo, também não recomendo continuar, pois estará trazendo injustiça a si mesmo, por estar ferindo sua própria consciência.

      Em Cristo,

      Mac.

      • GabrielDSLima

        Estou escrevendo esse comentário ‘um pouco’ atrasado, pois comecei a acompanhar o cast a apenas 2 dias, porém ficaria muito feliz em ser respondido pelo Bibo. ^^

        Bibo, antes de tudo quero lhe parabenizar pela iniciativa, de fato o BTcast é um programa abençoado que ajuda o povo cristão a refletir sobre temas interessantes como este. Porém, entretanto, todavia, a minha opinião diverge um pouco da sua em quanto a Batalha Espiritual; calma, eu não sou um daqueles loucos que sai por ai demarcando territórios com xixi, e também não acredito que o homem é apenas um fantoche que não tem vontade própria, caso isso fosse verdade Deus seria injusto em nos punir pelos nossos pecados, afinal de contas ‘foi culpa do diabo!’; no entanto discordo de você em quanto as maldições hereditárias e também em relação ao posicionamento geográfico das potestades e principados, acredito que tenho embasamento bíblico, filosófico, e práticos, para tal divergência.

        Começando pelas maldições hereditárias. Antes de mais nada quero deixar bem claro que eu acredito que acredito que quando o individuo aceita Jesus como o seu salvador todo tipo de maldição, inclusive as hereditárias, são quebradas pela misericórdia do pai, então tudo que eu falar aqui é voltado para o povo que ainda não reconhece Jesus como seu salvador. Ao decorrer da bíblia, principalmente no velho testamento, aonde o homem ainda respondia por todos os seus pecados, nós vamos ver diversas maldições de caráter hereditário, um exemplo é a maldição que Deus lança sobre Adão e Eva após o pecado original (Gn 3:14-19), essa maldição está sobre o homem até os dias de hoje; outro momento em que a hereditariedade espiritual quando Deus amaldiçoa Davi por ter tomado Bate-Seba para si (2Sm 12:1-31).

        Em quanto o posicionamento geográfico dos demônios, olha só, isso fica muito claro na bíblia, Satanás não é um ser onipresente, e todos nós sabemos que ele está na Terra (Jó 1:7)(1Pe 5:8), logo se ele está na terra e não é onipresente ele deve ocupar algum espaço, alguma região; um grande exemplo disso é quando o anjo enviado para dar a mensagem a Daniel é impedido de completar sua missão pelos principados que dominavam sobre a Persa (Dn 10:13-14).

        Além disso é muito importante que fique claro o seguinte, Satanás não é inimigo de Deus, e sim do homem; Deus porém é nosso aliado, sem ele seríamos aniquilados facilmente, então a melhor forma de garantir que o demônio não tenha legalidade espiritual sobre você e sobre a sua casa é de fato se entregando a Cristo.

        • Oizinho, zente.
          Assim como o Bibo, considero-me uma pentecostal alerta para os desvios do pentecostalismo. Só não concordo é quando percebo, navegando na web, que 99% das pedradas, sejam contra os pentecostais- e Batalha Espiritual é um tema bem machucadinho – não que o debate seja uma pedrada, ok?. De minha passagem por uma igreja histórica, percebi que lá também existe muita coisa errada. Pela minha experiência, vi coisas assim:
          …Fui evangelizada por pentecostais – se dependesse da presença dos históricos, nunca saberia quem é Jesus – o evangelismo histórico é nulo, ou chega perto disso;
          …Alguns pentecostais são legalistas, mas o liberalismo de algumas irmãzinhas históricas com relação a roupa, por exemplo, se não é ridículo, é impróprio, é gratuitamente provocante;
          …Uma das igrejas pentecostais que frequentei (só mudo de igreja por motivo de mudança de endereço, os hereges que se convertam), é formada de operários assalariados e tem um dízimo de valor x; a igreja histórica que frequentei, formada por desembargadores e engenheiros, tem um dízimo de valor…não, não é 20x, é só x! (ambas divulgam relatório financeiro regularmente);
          …Os Pentecostais que conheci mal tem recursos para se alimentar, mas a igrejinha é dinâmica, com orações, evangelismos…; a igreja histórica que conheci é mundana: devido a shows do michel teló e jogos de futebol inadiáveis, a ebd e os congressos de jovens são mais frequentados por cadeiras do que por pessoas;
          ….Já trabalhei com culinária, e só vi pentecostais em boates e bares distribuindo folhetos. Os históricos…é isso mesmo que vocês estão pensando.
          ….Uma observação de um amigo meu (intelectual é outra coisa): os pregadores pentecostais focam mais os temas cotidianos – ética no trabalho, relação marido-mulher, pai-filho, finanças, em geral usando capítulos específicos da Bíblia e uma boa dose de coragem para exortar a igreja; os históricos expõem os grandes temas como Hamartiologia, santidade – e se omitem de corrigir desvios coletivos da igreja.
          Como ouvi de certo pregador, não sei se no BTcast ou no irmãos.com, os históricos são vistos como guardiões da doutrina, e os pentecostais como os irmãozinhos ignorantes. Não é bem assim, docinho – o docinho é meu..rss. Não é crítica, nem desabafo, é só para esclarecer as coisas. Vale até como sugestão de tema para o BTCast. “Históricos: problemas e soluções”. Ufa, pronto, falei. Eu comentei dentro do comentário do Gabriel pq acho que tem ligação com o que quero dizer.
          Desculpinha se saí do tema do debate.
          Tchauzinho, zente.
          p.s.:parabéns pelo BTcast, zente, é muito bem feito.

          • Alex @stahlhoefer

            obrigado pelo comentário e sugestão de pauta, eu (alex) sou de uma igreja histórica (luterana) e sei que nem tudo que reluz é ouro. Vale a pena conversar sobre o tema, e dirimir ranços e preconceitos de ambos os lados. Abraços

      • Samuel

        Acabei de ouvir todos os 4 podcasts..

        Aprendi muito.
        As vezes falamos coisas que já viraram clichês, sem parar para pensar no que estamos dizendo..

        Muito legal mesmo.

  • Lucas

    Os links dos episodios nao estao funfando! como faço pra baixar? Abs!

    • Bibotalk

      está tudo ok!

  • Ana Cristina Lopes

    Bibo e Mac

    Por falar em Rebecca, lembrei de uma historia engraçada. Qdo me converti me deram o livro “Ele veio pra libertar os cativos”, e conheci o relato de como Deus a havia praticamente “obrigado” a casar.

    Na época um rapaz me falou que Deus havia falado que eu era a sua futura esposa. Galera!!! que aperto que eu passei achei que Deus tava fazendo a mesma coisa comigo (heheh), pois é essa autora realmente é muito polenica e causa um furor em quem tem imaturidade espiritual, louvado seja meu Bom Deus que tem nos dado o Espirito Santo para nos trazer a verdade.

    Estudar a palavra é primordial!

    Abços…
    Cris Lopes

  • Jonas de Alvarenga Rosas

    Fala galera, vim aqui pra baixar os extras pra um amigo meu ouvir e os links não estão disponíveis.
    Podem libera-los novamente?

    Obrigado!

  • Pedro

    Tb estou com o mesmo problema, gostaria de baixar os episódios mas não consegui.

  • André Gomes

    DEpois de ouvir os 3 pods sobre anjos e demonios, agora é a vez de ouvir este sobre batalha espiritual…

  • Seguindo na Maratona. Ótimo episódio e bem esclarecedor. Também já fui fã da Rebecca Brown. Hoje entendo que devemos gastar nosso tempo com as coisas de cima e não com as de baixo. Aquela parada de estar na defesa e não no ataque foi mítica. Grande abraço.

  • Oi Bibo, tudo bom? Só consigo ouvir os 3 episódios extras. O “Batalha Espiritual” não tem link nem player 🙁

  • Boa tarde,

    Em relação ao 2º episódio da série “Anjos e Demônios”, sobre a cura de doenças, não necessariamente são demônios, mas sim, temos autoridade para orar diretamente contra as enfermidades em geral.

    “Chamando seus doze discípulos, deu-lhes autoridade para expulsar espíritos imundos e curar todas as doenças e enfermidades.” – Mateus 10:1

    Atenção para “… expulsar espíritos imundos E curar …”. Sendo em nome de Jesus (porque por ele fomos enviados), oremos contra as doenças com fé.

  • Fabiano Carvalho

    38:18 “Corvo Pião” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk putz mano rachei ake.