Santidade

Em Hebreus 12:14, temos um texto famoso, o qual talvez muitos já tenham ouvido, principalmente o trecho que diz: “Sem santidade ninguém verá a Deus”.

Já se perguntou o que significa ser Santo? No Antigo Testamento, o termo “santo” tende a se referir a alguém separado para uma obra ou missão específica relacionada a Deus. Um profeta, um sacerdote, um levita, um nazireu, como foi Sansão entre outros casos. É importante vermos que mesmo no AT, ser santo é uma forma de “referência” para outros.

Nos evangelhos, temos uma continuidade referindo o título de santos aos profetas (Lc 1:70) ou mesmo aos anjos (Mc 8:38).

Nas cartas de Paulo, temos uma outra definição para “um santo”. Sempre que se refere a algum membro das igrejas da época, Paulo usa ” santos” como apresentação. Também podemos trocar facilmente o termo “santos” por “salvos” (Rm 16:15 / Ef 1:1).

É muito interessante saber que nem sempre a Bíblia se refere a um Santo como alguém que tem uma índole incorruptível, alguém perfeito, sem pecado, mas sim como alguém que pertence ou é separado por Deus. Somente Deus é essencialmente Santo, nós, como discípulos somos levados a olhar para o nosso Mestre e tentar seguir os Seus passos. Deus, por meio do Sangue de Jesus, já nos considera como Seus santos. Logo, se eu busco ser mais santo, de nada há proveito para com Deus, afinal, quem sou eu para bater no peito e diante de Deus afirmar que sou santo e perfeito? Inclusive, essa atitude denuncia a mentira. João nos alertou bem sobre isso (Jo 1:6‐10).

A Santidade bíblica não diz respeito à minha relação com Deus, ela diz respeito à minha relação com os outros. Sem santidade, meu testemunho é infrutífero. Quem já viu alguém falar que “todo crente é hipócrita”? Embora as pessoas generalizem, é só olhar em volta e ver que isso faz algum sentido. A santidade não serve para sermos salvos, mas para sermos Sal da terra e Luz do mundo.

Vou separar dois textos que falam sobre uma boa conduta, sobre uma vida de santidade: Efésios 4:17‐32 e Hebreus 13:1‐6.

Viu como uma boa índole está sempre relacionada ao bem do outro? Não faz sentido querer merecer algo de Deus. Mas faz sentido fazer as pessoas verem Deus por meio do nosso jeito de viver. Você é um espelho. De fato, mas em um ponto de vista diferente. Você é o espelho que reflete o amor de Deus na vida das pessoas.

Por fim, voltamos ao versículo do começo: “Esforcem‐se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14 NVI)

Sem a sua santidade, as pessoas não verão a .Deus. Sem o seu testemunho, as pessoas não verão sentido em entregar seu coração a Jesus.

 Autor: André Carvalho

Categorias: Reflexões,Textos

Tags: ,,,

  • Leonardo Moreira

    Texto bem objetivo e penso exatamente assim, inclusive na minha opinião, quando somos submetidos a alguma correção divina isso se dá em amor para espelharmos para o outro, não consigo conceber a ideia de que Deus nos corrija ou nos castigue por mimimi ou por vingancinha. Deus exige nossa santidade como ferramenta de propagação do Reino.
    Parabéns ao autor, bom texto.

  • Kennedy Silveira

    Excelente texto.

  • Jadyson Gomes Do Nascimento

    Excelente texto, mostra para algumas pessoas como santidade não existe para o homem da forma que eles colocam. Mas o real significado de santidade (do meu ponto de vista) é possível de se alcançar.