O QUE É TEOLOGIA BÍBLICA?

O que é Teologia Bíblica e por que ela é tão importante?

Entre os grandes desafios dos Estudos Bíblicos está a tarefa de definir o que é a Teologia Bíblica. Como os estudiosos da área empregaram esta expressão de diferentes maneiras ao longo do tempo, isso só torna as coisas mais complexas. Esse texto pretende fornecer um resumo sobre isso e mostrar a importância do tema.

Antes de qualquer coisa, vamos esclarecer: Teologia Bíblica com “T” maiúsculo e “B” maiúsculo não é um termo para designar que uma teologia é biblicamente correta ou embasada na Bíblia. Tipo: “Ah! A teologia do fulano é bíblica, mas a do beltrano, não. É herética!”. Não é disso que estamos tratando aqui.

Quando falamos de Teologia Bíblica, estamos discutindo um jeito de se fazer teologia ou como Graeme Goldsworthy gosta de expressar, é uma ênfase teológica. Para ele, a ideia é produzir uma teologia cuja ênfase seja descrever o processo pelo qual a Revelação divina se desdobra ao longo da Bíblia, mostrando como a vontade de Deus se move em direção a Cristo.

Assim, mesmo que na academia de maneira geral a expressão Teologia Bíblica seja empregada de maneira diversa, chegamos a uma definição. Ao menos nos círculos reformados, ou mesmo evangélicos, Goldsworthy representa bem o que significa a tarefa do teólogo bíblico: produzir teologia dando ênfase à maneira como Deus trabalha ao longo da Bíblia.

Qual a diferença entre Teologia Bíblica e Teologia Sistemática?

Colocando de forma mais simples, façamos uma comparação com a Teologia Sistemática. Se você abrir qualquer livro de Teologia Sistemática, encontrará um resumo das doutrinas cristãs. A partir de um número de temas doutrinários, o teólogo estrutura o seu livro. Os capítulos recebem os nomes destes temas, como salvação, doutrina da Igreja, pneumatologia, e outros. Parte-se dos temas para a discussão teológica, numa sistematização do pensamento cristão.

Já num livro de Teologia Bíblica, parte-se para o texto bíblico e o teólogo deve deixar que os temas surjam a partir da leitura do texto. Uma Teologia Bíblica do Antigo Testamento, por exemplo, tem a preocupação em descobrir quais são os temas teológicos nos quais os autores do AT estavam interessados. Temos, então, questões do tipo:

Quais são as preocupações teológicas de Isaías?
Que ideias aparecem com frequência no Pentateuco?
Qual a situação dos leitores de Habacuque?
Por que Crônicas e Reis narram os mesmos eventos de formas diferentes?
É possível que os textos diversos da Bíblia formem um “todo” coerente?

Essa última pergunta é a mais importante e é o motivo que faz a Teologia Bíblica fundamental.

Se a resposta para essa pergunta for afirmativa, então o papel do teólogo bíblico é fazer com que as pessoas entendam a “grande mensagem” da Narrativa Bíblica. No mínimo, a Teologia Bíblica ajudará na compreensão das grandes mensagens contidas ao longo do relato da Escritura. É uma grande Narrativa da História de Deus, como eu acredito que definiria, por exemplo, N.T. Wright. Para autores como ele, a Bíblia tem sentido coerente em seu início, meio e fim, e cabe à Teologia Bíblica descrever como Deus trabalha desde a fundação de um Jardim, até à construção de uma cidade. Do Éden até a Nova Jerusalém.

Christopher Wright diria que é contar a Missão de Deus. Michael Goheen e Craig Bartholomew chamam a Teologia Bíblica de desvendar o Drama das Escrituras. Walter Kaiser Jr. a retrata como o Plano da Promessa de Deus. Thomas Schreiner a reconta como a história do Rei em sua Beleza. John Goldingay a formula como o Entendimento a Respeito de Deus e do Mundo obtido a partir das Escrituras.

Um resumo do que é Teologia Bíblica

Em resumo, produzir Teologia Bíblica, ao menos para o Evangélico, é tentar encontrar coerência ao longo da Narrativa Bíblica. Nesta atividade entendemos melhor a Bíblia e, como consequência inevitável, conhecemos melhor a natureza do Deus vivo que transforma as páginas e letras em sentido e propósito.

Por Victor Fontana

Uma maneira de ajudar o nosso ministério é comprando na Amazon pelo nosso link, você não gasta mais por isso.

Categorias: Blog,Textos

Tags: ,,,,,,,