Igreja!


Acompanhe comigo as seguintes características que podemos achar tanto na membresia como na liderança de uma igreja.
Nessa igreja encontramos:
* membros que não vivem em comunhão uns com os outros, e tornam o culto (principalmente a Ceia) num momento particular e não comunitário;
* que mentem para seus líderes para passarem a imagem de que são espirituais e que se importam com o todo;
* que não abandonam seu jeito antigo de viver, professam a fé cristã, mas possuem práticas pagãs;
* Membros que amam uma contenda e que são partidários;
Etc…
E também membros que:
* que vivem em comunhão, comungando uma fé ativa no amor;
* membros honestos, espirituais que de fato se importam com o todo;
* que abandonaram sua maneira fútil de viver e vivem uma nova vida em Cristo;
* apaziguadores, que sempre são uma ponte entre partes alienadas.
Etc…
Nessa igreja encontramos Líderes:
* que se autodenominam apóstolos;
* charlatões, que mercadejam a palavra de Deus;
* Líderes disseminadores de heresias, diluindo o Evangelho de Cristo;
* que estão mais preocupados com seu próprio bem estar do que com a comunidade;
Etc…
Mas também temos líderes:
* que tem o apostolado confirmado pelos frutos que dão;
* verdadeiros que sabem manejar a palavra da verdade;
* apologetas que preservam a doutrina dos apóstolos;
* pastores que de fato pastoreiam e colocam as prioridades da comunidade em 1 lugar.
Etc…
Esses pequenos aspectos apresentados nascem a partir da análise da igreja atual, entretanto, encaixam-se perfeitamente na igreja primitiva. Ouve-se constantemente que devemos voltar aos moldes da igreja primitiva, eu pergunto por quê?
Esses simples aspectos acima citados revelam que a igreja primitiva tinha líderes bons e outros nem tanto, membros que ajuntavam e outros que espalhavam. Era uma igreja que também tinha problemas, então porque voltar a ser como ela?
Os escritores bíblicos não tiveram medo de revelar os problemas e as dificuldades da infante igreja de Cristo. Creio que eles nos apresentam seus aspectos positivos e negativos para dessa forma serem o molde das igrejas futuras: igrejas que lidam com ambigüidades, paradoxos, lei e evangelho.
Imagino que quando alguém afirma que devemos ser como a igreja primitiva, ele tem em mente as coisas boas que Bíblia nos informa, eu só temo que esqueça os aspectos negativos, depreciando assim a igreja atual, como se em nosso tempo não houvesse nada de bom.
Voltar aos moldes da igreja primitiva não é a solução. O desafio é voltar aos moldes do Evangelho de Cristo, pois a própria igreja primitiva tinha esse objetivo. Não estou desmerecendo a igreja primitiva, reconheço nela nosso modelo enquanto a primeira comunidade cristã a aplicar os ensinamentos de Cristo e pregar a sua volta, ela é a pioneira, entretanto, somos hoje em dia tão igreja de Cristo como a igreja primitiva.

Categorias: Reflexões,Textos

Tags: ,

  • Felipi Bennert

    Excelente texto Bibo!

    Que nosso desafio diário seja ser um discipulo de Cristo, não conformado com esse século, e como você bem disse, buscando ser parecido com Jesus e sendo moldado por ele, somente com ele. Acredito que uma igreja transformada, é feita de pessoas transformadas.

    Um abraço e que Deus continue te abençoando!

    • Bibotalk

      Tamu junto Felipi!