Falando de Metanóia!

A palavra Metanóia significa: mudança de mente, dar meia volta, arrependimento. Falar de Metanóia é falar de Deus, pois Ele é o promotor da mudança, é seu Espírito que conduz o ser humano ao verdadeiro arrependimento.
Penso que muitas pessoas ainda não descobriram a profundidade dessa palavra, ou melhor, do significado dela em suas vidas. Muitos jovens tem desanimado na caminhada cristã, e dos muitos motivos que vejo, cito aqui apenas dois:
O primeiro é porque não encontram realização na fé cristã. Servir a Jesus não satisfaz sem os atrativos do mundo gospel. O que quero dizer é que esses jovens vivem de evento em evento, de retiro em retiro, não acham interessante um simples comungar de comunhão com louvores e o compartilhar da Palavra, tem que ter o “algo a mais”, o retiro, o evento. Não sou contra essas coisas, pelo contrário, acredito na eficácia desses meios, contudo, não só de retiro e eventos viverá o jovem, mas da simplicidade do culto de um sábado chuvoso, onde a reunião acontece para cultuá-Lo e ouví-Lo, sem show, sem luzes, sem “estrelas”. John Stott em seu livro Por que Sou Cristão afirma: “Acredito na fé cristã não porque ela é atrativa, mas porque é verdadeira”.
O segundo motivo do desânimo é o fato do jovem tentar se auto-justificar. Desanima quando tenta se santificar com suas próprias forças, tentando agradar a Deus a partir de si mesmo. Então ele corre, se esforça, luta, esperneia, mas percebe que nada mudou. E não mudará. Até pode gerar algum efeito, uma falsa sensação de genuína espiritualidade, mas logo vê que nada que parte dele mesmo pode ser genuíno. É por isso que o desânimo toma conta, pois cobrou de si algo que não pode dar: justificação!
O que vejo são jovens que até tem o linguajar de uma pessoa transformada, mesmo porque hoje em dia, na era da superficialidade, qualquer um poder ser uma “bênção”, basta saber como falar a gíria gospel ou saber como ser melancólico na hora da oração e adoração, usando frases prontas que ouviu num CD. Essa casca engana a homens, mas jamais enganará a Ele (Hb 4.12).
Então qual é a saída? A resposta é uma vida sincera e honesta. Uma vida onde a fé e a esperança estejam Nele, onde não se precisa de outra coisa a não ser a presença dEle. É saber que eu não posso fazer nada para me salvar, que nada que vem de mim é bom o suficiente para agradá-Lo. Quando eu vivo essa realidade sincera, eu busco a Deus, eu O adoro simplesmente porque preciso Dele, e pra isso, não preciso de convite especial, só preciso fechar os olhos. Eu passo a me mover Nele e a santidade torna-se uma consequência Dele em mim.
Metanóia não é minha atitude para com Ele, mas a atitude Dele para comigo. Simplesmente aceite isso e o fardo ficará mais leve, acredite, fardo leve é fundamental quando se trilha o caminho estreito.
Forte abraço!
@bibotalk
Dúvidas, críticas, convites, etc. contato@bibotalk.com
imagem retirada do site http://girldiary.tumblr.com/page/25

Categorias: Reflexões,Textos

Tags: ,,

  • Sonia maia

    Suas palavras me ajudaram muito. Abraços.