Morte e Vida – Cleber Sá dos Santos

 

Muito bem moçada, vamos compartilhar semanalmente com vocês as pregações realizadas no 33º Congresso de Jovens da MEUC. A dinâmica será assim: primeiro uma breve reflexão e depois o áudio disponível para download.

Se você foi no congresso, pode mais uma vez ser ministrado, se não pode ir, essa é a sua chance de descobrir a e-ternidade do amor e a da misericórdia de Deus.

Vamos começar com a pregação do Cleber Sá dos Santos, que teve como Tema: Morte e Vida

Texto bíblico Juízes 10.6-16

Ser crente, não é tão simples. Não é nada fácil. As lutas são muitas e a maior delas é contra o nosso próprio pecado.

No texto, vemos que os Israelitas vivam um contexto cíclico de reincidência no pecado. Por causa da devoção aos deuses estranhos, Deus permitia que fossem oprimidos por outras nações. O povo então, clamava à Deus e esse, por sua vez, levantava um Juíz para libertar o povo.

Assim era. O povo pecava, arrependia-se, pedia perdão e era liberto e na sequência, pecava novamente e o ciclo se reiniciava.

Você conhece essa história de algum lugar?

Essa é uma luta de todo e qualquer crente e são muitas as interferências que não ajudam em nada como, por exemplo, a falsa capa de santidade que praticamente todo crente usa. Graças a ela, pouco se pode confiar em alguém para a confissão de pecados e, automaticamente, ir de encontro com a cura.

Mas lendo o texto, nos deparamos com uma terrível realidade! Nos versículo 13, Ele simplesmente declara que não livrará mais o seu povo! A paciência de Deus, simplesmente esgotou.

Tal realidade não é assustadora? Pensar que Deus pode olhar para mim e para você e simplesmente dizer que sua paciência acabou? Certamente, receber uma notícia dessas seria demasiadamente terrível.

O povo não tem outra opção a não ser reconhecer seu erro, mas mesmo assim, pedem que Deus mude sua sorte.

Cada Israelita volta para a sua casa e entra na intimidade de seus quartos e de lá, retiram seus deuses para se desfazerem deles. Há arrependimento sincero, genuíno, mais uma vez. O povo realmente se arrepende, a ponto de se desfazerem daquilo que lhes era mais precioso.

Mas o desfecho dessa terrível história nos traz paz ao coração. Deus assiste atentamente o povo se desfazer daquilo que simboliza pecado e no final do verso 16 vemos que Deus, não pôde mais, suportar o sofrimento de Israel.

Com base nesse trecho das escrituras, podemos chegar a uma conclusão que acalenta os nossos corações. Realmente a paciência de Deus se esgota. A paciência de Deus tem limite, mas a Sua misericórdia não tem fim!

Sejamos gratos a Deus pelo seu amor por nós. Um amor de pai, que não poucas vezes perde a paciência, mas que sempre está disposto a nos livrar das consequências de nosso pecado. Que tal amor nos constranja e nos afaste do pecado.

Amém!

Para baixar clique DOWNLOAD com o botão direito e Salvar Link Como. Para ouvir, clique no play!

Categorias: Podcast,Pregações

Tags: ,,,,

  • jessica

    show de bola bibo….essa sua iniciativa de blogar as pregaçoes que foram feitas no congresso é muito legal, porque aqueles que ouviram teram mais um pouco de crescimento e uma chance de relembrar algumas coisas que nos escaparam na hora. valeu bibo….

    • Bibotalk

      que bom que tu gostou Jessica, com certeza relembrar será edificante…mais uma vez! se quiser, passe pra frente esse link, abraço!

  • Filipe Siegrist

    Muito legal disponibilizar pra download!! To ouvindo a palestra e vendo as fotos que tão no site da seja, aí na hora que ele pediu pra levantarem as bíblias apareceu a foto do pessoal levantando. Qualidade ótima.