FdÉ #11 – Noiva grávida, voto evangélico, Santa Teresa de Calcutá

Seja bem vindo à nossa fogueira, Forasteiros, e acompanhe nossa conversa sobre o que acontece fora do Jardim.

  • Em Goiânia, justiça decide que Igreja tem liberdade para não casar uma noiva grávida (que história é essa? O que isso tem a ver com a relação entre Estado e Igreja?).
  • Eleições municipais entram na reta final, e políticos estão atrás do voto dos evangélicos (é permitido pedir voto dentro das igrejas? Quais candidatos estão investindo nisso? Qual é a do PRB?)
  • Papa Francisco canoniza a Madre Teresa de Calcutá (o que significa virar santo para os católicos? O que ela fez em vida para isso? E sobre as críticas a ela?)

Participantes: Cacau Marques, Rodrigo Bibo de Aquino e Rogério Moreira Jr.

Convidados: Petter Martins e William Erthal

Comunidade no Telegram do Fora do Éden


Links no episódio.

Igreja é indenizada por ser obrigada a casar uma mulher grávida

  • O casamento aconteceu no dia 23 de Abril de 2005, na PIB de Goiânia. Em 2006 os noivos entraram na justiça contra a Igreja, e a decisão em segunda instância deu razão à comunidade religiosa. Segundo a justiça, a Igreja Batista tem a autonomia para decidir quem ela vai casar ou não.
  • Notícia da época no site JusBrasil e no IBDFAM
  • Notícia da decisão recente no site do Conjur

Brasileiros vão às urnas e políticos procuram o voto dos cristãos

Rebanhão anuncia gravação de novo CD

Madre Teresa é canonizada pelo Papa Francisco

  • No dia 4 de setembro a Madre Teresa de Calcutá foi canonizada pelo papa Francisco – ou seja, ela passa a ser considerada santa para as comunidades católicas ao redor do mundo. Ela é conhecida principalmente por seu trabalho com os pobres de Calcutá, pelo qual ganhou o Nobel da Paz em 1979.
  • Resumão feito pelo Petter sobre a Madre Teresa e a questão dos Santos

Categorias: Fora do Éden,Podcast

Tags: ,,,,,,,,,,