BTLero 003 – Ética e Religião em Frames

 

Muito bem, moçada, mais um papo sem rumo certo no ar. Nesse BTLero Bibo recebe os brothers Abner Melanias, do Achando Graça, Maclaud, do Humanóide Zero e Marcelo Mathias do Irmaos.com para falarem sobre ética e religião nos filmes.

Nesse programa saiba como fazer missões dando tiro em rebeldes, aprenda a obedecer a voz de Deus e entenda a importância do neopentecostalismo.

Arte da vitrine Junior Peres.

Links comentados no episódio:

 

Twitter Oficial @bibotalk  

Twitter dos integrantes @BiboBTcast | @Mac_Mau @stahlhoefer

Curta nossa FanPage www.facebook.com/bibotalk

Assine o feed http://feeds.feedburner.com/bibocast

envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com

ARQUIVO ZIPADO, clique aqui!

Ouça no PLAYER abaixo ou clique em DOWNLOAD para baixar (clique com o botão direito do mouse e escolha a opção Salvar Destino Como, ou Salvar Link) Arquivo MP3!

Categorias: BTLero,Podcast

Tags: ,,,,,,,,,,,,,,,,

  • Rafael Rabelo

    Ufa…

    Bibo parece que esse podcast deu mais trabalho q um parto hein.

    Abraço

  • Baixando!

  • Rafael Silva

    Equipe Btcast e convidados, graça e paz!

    Achei muito bom o Btlero #003 e creio que Deus deu muita graça pra vocês, porque os assuntos/filmes abordados não são fáceis de se aprofundar…rs
    Vou dar minha humilde opinião apenas sobre o 1º filme: Redenção.
    Eu assisti ao filme e logo após o fim, eu e minha esposa tivemos um bate-papo sobre o assunto apresentado e não chegamos a uma conclusão exata, mas quero usar um testemunho maravilhoso da igreja para argumentar com esse assunto que é: A igreja perseguida!
    Sei que o filme não se propõe a tratar esse assunto (perseguição a igreja), acho que ele se passa em outro contexto. Mas o testemunho da igreja perseguida nos mostra como tratar com a violência, que essa sim é tratado no filme. Eu, tenho um envolvimento com a Missão Portas Abertas e tive a oportunidade de conhecer alguns irmãos perseguidos pessoalmente, fora vários livros que já li sobre o assunto e vou dar um breve relato de 2 testemunho de irmãos da Eritreia e Colômbia.
    Tivemos a oportunidade de conhecer a irmã Helen Berhane da Eritreia que por causa do sua conversão a atividades cristãs no seu país, ficou 2 anos presa em um container de metal no deserto da Eritreia aonde a noite fazia – 10º e de dia + de 40º fora do container, esse container Helen dividiu com mais 18 pessoas que estavam presas pelos mais variados crimes e ali faziam suas necessidades, e dormiam em meio a pulgas e carrapatos. Helen, nesses dois anos foi fiel ao Senhor, sempre passando a mensagem do evangelho as suas companheiras e aos demais containers que ali estavam, ela constantemente era espancado para negar sua fé em Cristo e permaneceu fiel ali por 2 anos. Resumindo a historia da Helen, hoje ela vive em exílio político em outro país e viaja o mundo todo relatando seu testemunho. O outro testemunho que irei relatar e sobre o Pastor Medardo da Colômbia, que planta igrejas no meio das florestas da Colômbia, em um local que é conhecido como triângulo da morte, aonde os confrontos entre traficantes rivais são intensos, Pastor Medardo já teve um irmão (de sangue) que era evangelista, sequestrado e morto, recebe varias ameaças dos para-militares as vezes anda quilômetros de a pé para visitar e pastorear suas igrejas, enfim, mesmo com tudo isso continua ali testemunhando o amor de Cristo com amor. Ele conta relatos de meninos e meninas de 9, 10 anos que são alistadas (a força), por esses criminosos, a serem escravos sexuais, e a lutar ao lados deles com armas, e as vezes eles dão prioridades a filhos de pastores para por medo no pastor e tal. Mas mesmo assim a resposta da igreja é em amor, poderia ficar aqui horas e horas, escrevendo sobre esses lindos testemunhos da igreja perseguida, mas para por aqui para possamos refletir um pouco mais sobre esse assunto, será que a violência é o melhor caminho ? Mesmo que como vocês disseram (e eu pensei também) mas ele estava se defendendo, mas será que era pra ser assim ?

    Abraços

    Ahhh e #ficaadica – proximo Btlero: Breaking Bad =]

  • Olá a todos. Não costumo comentar muito por aqui, mas deixe que eu explane minha humilde opinião.

    Me aterei ao segundo filme abordado (cujo qual não assisti).

    Toda discussão de ética tem que se valer do princípio, como o próprio Bibo disse, de que não somos capazes de nos desvencilhar da mácula do pecado, cujo qual só nos permite agir em nosso próprio favor (como defendido no livro de Martinho Lutero: Nascidos Escravos). Ele mesmo, o Bibo, complementou que só Deus é capaz de julgar qualquer que for o ato, pois Dele emana a verdade e é o único capaz de gerar uma ação unicamente em prol de outrem. Toda e qualquer ação que geremos sai de nós para voltar a nós. Não há qualquer benfeitoria realmente altruísta; tudo o que fizermos assim o faremos para que sejamos recompensados: financeiramente, emocionalmente ou salvificamente. Somente Jesus foi capaz de se entregar sem recebesse qualquer recompensa pessoal. Tendo isso em mente podemos saber que (tanto no primeiro exemplo como no segundo) sempre haverá a pessoalidade subjetiva interferindo em qualquer parte das decisões dos indivíduos.

    Sobre a questão da charlatonisse , acendo sempre em minha mente o texto de Filipenses 1:17-18 “Aqueles pregam a Cristo por ambição egoísta, sem sinceridade, pensando que me podem causar sofrimento enquanto estou preso. Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrar-me,”. Esse texto faz-me refletir sobre a necessidade do anúncio do evangelho a todas as pessoas pois quem agirá para que o entendimento seja aberto, em segunda instancia, será o Espírito Santo de Deus. Este por sua vez não deixará que aqueles que buscam conhecer a Deus verdadeiramente deixem de encontrá-lo em detrimento de qual foi a firma que lhes foi apresentado o evangelho. Ou seja, conhecem pelas mão erradas, mas são corrigidos pelas mãos certas. As igrejas neopentecostais estão sempre cheias e cheias de diversos nichos de seres humanos: há quem vai atrás de milagres e há que vai atrás de Deus. Em um primeiro momento pode ser que não O encontre, mas no agir supremo do Espírito da verdade, assim poderá ser a “mola propulsora” para o conhecimento pleno da divindade santa de Deus. Pois bem, mas e questão dos milagres, questão polêmica e insolúvel, mas tenho uma teoria: A fé. Em um pequeno estudo sobre a famigerada Lei da Atração pude notar certos argumentos plausíveis que me fizeram repensar sobre os óculos que lemos a bíblia. Em certa passagem Jesus diz aos seus discípulos para que tenham fé afim de moverem os montes, porém não fé em Cristo, apenas fé por fé. A fé vem desde o velho testamento testando os homens. A fé verdadeira não consiste em acreditar no agir de Deus por nossa necessidade, pois se assim fosse acreditaríamos que somos merecedores de qualquer intervenção divina, e assim sabemos que não somos. A fé pela intervenção divina poria Deus em uma balança sobre o que achamos certo e necessário para ser realizado e a vontade soberana de Deus. Sabendo que Deus existe no passado, presente e futuro ininterruptamente (ao mesmo tempo) não podemos dizer que a ação miraculosa de Deus contra nossos problemas poderia gerar uma contradição de justiça: se podemos ser abençoados hoje, porque “fulano”, cuja existência se assemelha muito a minha, não pode ser abençoado amanhã – Deus não poderá agir com dois pesos e duas medidas. Quando da ação de Deus sobre os pedidos humanos, acredito eu, somente se faz necessário afim de que o reino seja beneficiado em detrimento ao indivíduo. Ou alguém que me lê acreditaria que de Paulo não fosse merecedor de que Deus o livrasse de seu “espinho na carne”. Quanto a lei da atração, não a interpreto literalmente, mas desde que tomemos as bases bíblicas para interpretarmos essa teoria, vemos que podemos sempre operar milagres com o poder e intervenção de Cristo, mas com fé de que o milagre acontecerá e não com fé de que Cristo operará o milagre, ou seja o intermediador será Cristo e nossa esperança é que isso aconteça mas se não acontecer continuaremos a adorar a Cristo, pois nossa fé seria uma esperança. A esperança, ora, se renova; caso hoje não ocorra, acreditaremos que em um futuro próximo acontecerá, ou não foi assim com Abraão, o pai da fé… cujo qual não aguentou esperar… A fé não pode colocar Deus na berlinda, deve nos alimentar com esperança e somente isso. A fé deve mover montes com as leis imutáveis da qual a nossa realidade é alimentada, a divina concepção de que tudo é regido em plena harmonia diante do caos visível; ou seja: a consequência do pecado, que não infrinja a perca da salvação, é colhida em nossa existência terrena. Um desenho disso que estou falando é: um assassino não deixará de ser preso se logo após o crime ele se converter verdadeiramente, ele será salvo (espiritualmente) mas será condenado (terrenamente). O preço do pecado haverá de ser pago pelas leis que regem a sua nação e assim é com o pecado: haveremos de colher o que plantamos, mas não é Deus quem nos impetrará o castigo, nem tampouco Satanás, que até segunda ordem continua sob o domínio de Deus (só pode agir se assim o Soberano o permitir). Não há castigo terreno para os crimes (e pecados) cometidos que seja Deus quem envie – até que venha o Seu dia.
    Essa teoria engajasse com a necessidade de acreditarmos que temos a salvação e fé nessa salvação mas a fé no acontecimento e não fé no Deus que proverá esse acontecimento. A fé é movida pela fé e não pela teologia ou religião. Se alguém falasse para Paulo que faltou fé para que seu pedido fosse atendido pelo Criador, este alguém estaria duvidando do relacionamento íntimo entre o “Apóstolo de Cristo” e seu mentor – cujo argumento não havemos de duvidar.
    A fé é comprovadamente instrumento de melhora clínica e de cura física em diversos estudo espalhados pelo globo. Quase todos os pacientes expostos a testes estatísticos entre a melhora com fé e sem ela, reagem melhor com ela: seja em Deus (YHWH), Vixnu, Shiva, Brahma ou qualquer outro. A fé é testada por si só e não dividida por religião para ver qual é a mais eficiente.
    Sim, a cura acontece. Sim a prosperidade acontece. Pela mesma “lei” que a bíblia inteira prega: o que plantares, ceifará. Isso, repito, não é intervenção divina: dai aos bons o que é bom e dai aos maus o que é mau (isso iria contra a justiça divina, cujo qual faz chover sobre bons e maus). Isso é a lei da justiça pela justiça, o que é justo pelo que é justo. Se somos todos frutos da natureza incorruptível de Deus e vivemos sobre essa realidade, essa deve ser a lei. Caso não seja possível ver transparecida a realidade, se conhecermos a fundo cada indivíduo, assim como Deus conhece, saberemos como este mesmo indivíduo recebe seu pagamento – ou receberá.

    Há lacunas nesse enorme texto, mas se eu fosse dissertar tudo sobre o assunto, caberia mais umas 300 linhas, portanto, caso haja alguém que possa compreender e simpatizar-se por esse ponto de vista, peço que se manifeste. Manifeste-se também quem acha brechas nessas palavras. E manifestem as pessoas que leram o texto inteiro… rsrsrsrsrsrs.

    Sobre o Kony (Darth Vader do primeiro filme), acredito que nenhum dos podcasters tenham visto o polêmico vídeo de 2012 sobre o assunto (Kony 2012): http://www.youtube.com/watch?v=Y4MnpzG5Sqc Só para aguçar a necessidade de todos assistirem essa produção, o vídeo original tem mais de 98.601.867 de visualizações em sua versão original, fora as cópias e versões legendadas. Vale a pena assistir, fará muita diferença na interpretação da realidade local em que se baseia o filme.

    Agradeço quem teve paciência de ler e quem pode acrescentar ou discordar da proposta de interpretação que propus.

    Grande abraço!!

  • Joandson

    Olá galera do Bt muito legal esse BTlero..
    Bibo and Mac, gostaria de sugerir para o próximo Btlero esse filme aqui: “The Sunset Limited”, segue até o link pra assitir no youtube
    http://www.youtube.com/watch?v=41vvzGeXA6k

    Acredito que vai ser um bom objeto de discussão filosófica e teológica muito boa, sem falar em várias outras implicâncias( não sei se essa palavra existe).
    Caso venham a fazer acredito que vai ser carregado esse filme pois se trata de uma situação tensa…

    Abração.

  • ramon prietos

    poxa com relação a se ha realmente curas e e conversões nessas igrejas “neopetecas” kkkkkkkk acho q sim é meio como Paulo disse aos filipenses com relação aqueles que pregavão o evangelho por razões erradas “E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do evangelho;
    De maneira que as minhas prisões em Cristo foram manifestas por toda a guarda pretoriana, e por todos os demais lugares;
    E muitos dos irmãos no Senhor, tomando ânimo com as minhas prisões, ousam falar a palavra mais confiadamente, sem temor.
    Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade;
    Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
    Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.
    Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda. Filipenses 1:12-18

    sou novo no bibotalk mas ta muito bom vou fazer uma maratona

  • ADRIANO AZEVEDO

    OI BIBO.. GOSTEI DE TER OUVIDO NOVAMENTE ESTE CAST MUITO LEGAL… BIBO POR FAVOR ME PASSA O LINC DESTE CORAL OU GRUPO QUE VC TOCOU NO FINAL DO CAST MUITO LEGAL GOSTEI MUITO E NAO ACHO NADA SOBRE ELES. VALEU ABRAÇO E VOU CONTINUAR DIVULGANDO SEUS CAST.

    • Bibotalk

      procure pela trilha sonora do filme Leap Of Faith

  • ADRIANO AZEVEDO

    OPA BIBO GOSTEI MUITO DESTE CAST SOBRE FILMES. GOSTARIA DE SABER QUEM É AQUELE GRUPO OU CORAL QUE CANTA NO FINAL DO CAST. MUITO LEGAL… VALEU ABRAÇO

  • ADRIANO AZEVEDO

    OBRIGADO NAO TINHA VISTO QUE VC JA TINHA RESPONDIDO. ABRAÇO

  • Arthur

    Só uma duvida, vocês são reformados? Porque reformados são mais resolvidos sobre o lance de matar em legitima defesa e tal. Vocês criticaram os reformados ai dizendo que eles diriam que ele não deve matar, mas é o contrário.