BTCast 172 – Ulrich Zwinglio

 

Muito bem (3x), o seu podcast semanal de teologia está no ar. Neste episódio Bibo e Mac recebem o Thiago Surian para juntos revisitarem a história da Reforma Protestante e dessa vez a vida e a obra do reformador Ulrico Zuínglio, em mais um episódio da série GIGANTES.

Como começou a reforma zuingliana? O que salsichas tem a ver com tudo isso? Ela teve influência de Lutero? Qual o legado de Zwinglio? Ele foi o fundador da tradição reformada? Essas e outras perguntas respondidas em mais um episódio do Outubro Reformado aqui no Bibotalk.

O podcast cristão do Bibotalk tem a missão de ensinar teologia em áudio para ver o crescimento bíblico-teológico da igreja brasileira. Com os especiais da Reforma Protestante procura tornar essa história viva nos dias de hoje.

Arte da capa: Guilherme Match (conheça o trabalho dele aqui!).

LINKS COMENTADOS

nosso email: podcast@bibotalk.com

  • @BiboBTcast | @Mac_Mau | @stahlhoefer | @milhoranza | @meunomeehefziba
  • facebook.com/bibotalk | twitter.com/bibotalk | instagram.com/bibotalk
  • Assine nosso canal no Youtube, clique aqui!

  • Assine o feed http://feeds.feedburner.com/bibocast
  • Envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com, ou no botão “Gravar Efeito BTCast!” no canto inferior direito da sua tela!
  • Categorias: BTCast,Gigantes,Podcast

    Tags: ,,,,,,,,,,,,,,,,

    • Lourival Gonçalves

      Baixei e já vou ouvir.História da igreja é algo fascinante e inspirador.

    • Lourival Gonçalves

      Segundo Herman (2013.p.34) ” Os maiores homens neste mundo de pecado têm suas falhas”.Conhecer um pouco de Ulrich Zwinglio foi muito bom.Agora o podcast sobre a sua teologia vou cobrar.kkk.Ficou muito.
      #luterocagão

    • Luiz Paulo Gomes Pimentel

      Não concordei com a parte dos comentários do Thiago Surian que associam alguns erros do Zuínglio a posições de “alguns Calvinistas nos dias de hoje”, porque não é o que eu vejo nas posições dos calvinistas nem nas pregações nas Igrejas Presbiterianas. São comentários que, ou são desconhecimento do calvinismo ou desonestidades intelectuais, que acirram desnecessariamente o debate soteriológico e não coadunam com a comunhão entre os cristãos.

    • Marlon Marques

      Não somente Zwinglio pensava que os eleitos não eram afetados pelo pecado original. Pensamento parecido pode ser encontrado em A. W. Pink. No livro Deus É Soberano, Pink defende isso. A editora Fiel omitiu essa parte do livro em português, mas se encontra na edição original em inglês.

      Infelizmente, Zwinglio se excedeu ao perseguir os anabatistas brutalmente. O filme Os Radicais retrata isso. Realmente, grandes teólogos não estão imunes ao erro, ou ao extremo erro.