BTCast 162 – Crente pode beber?

 

Muito bem (3x), o seu podcast semanal de teologia está no ar. Bibo, Cacau e Marcelo Berti enchem suas taças de á______ e discutem se o crente pode consumir bebida alcoólica. Berti afirmou que “não é fácil falar sobre bebidas alcoólicas no contexto da responsabilidade cristã. Poucos temas são tão polêmicos e controvertidos como esse, e infelizmente, ainda existe muita desinformação sobre o assunto. Beber é pecado ou não? Qualquer bebida alcoólica é proibida ao cristão? Pode o cristão beber socialmente? É prudente para o cristão ingerir bebidas destiladas? Essas e tantas outras perguntas precisam ser respondidas.

Acredito que a desinformação bíblica sobre o assunto tende a criar dois monstros, ambos igualmente nocivos para o desenvolvimento cristão: o legalismo e a libertinagem. A falta de reflexão sobre o que as Escrituras realmente afirmam sobre determinado aspecto da moralidade cristã tende a levar o religioso ao legalismo e o imaturo à libertinagem. Esses dois polos são nocivos e devem ser evitados pelo cristão a todo custo.

Por fim, acredito que é fundamental se apresentar evidências bíblicas de que a opinião das Escrituras nem sempre acompanha a opinião da maioria evangélica do nosso país. Acredito que é necessário combater a falta de informação bíblica sobre esse assunto, pois como já mencionei, a desinformação tende tanto ao legalismo como a libertinagem.”

O Bibotalk tem a missão de ensinar teologia em áudio para ver o crescimento bíblico-teológico da igreja brasileira.

Arte da capa: Guilherme Match (conheça o trabalho dele aqui!).

LINKS COMENTADOS

  • @BiboBTcast | @Mac_Mau | @stahlhoefer | @milhoranza | @meunomeehefziba
  • facebook.com/bibotalk | twitter.com/bibotalk | instagram.com/bibotalk
  • Assine nosso canal no Youtube, clique aqui!

  • Assine o feed http://feeds.feedburner.com/bibocast
  • Envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com, ou no botão “Gravar Efeito BTCast!” no canto inferior direito da sua tela!
  • Categorias: BTCast,Podcast

    Tags: ,,,,,,,,,,,,,,

    • João Lucas dos Santos

      Foi aqui que marcaram uma treta?

      Att,

    • samuca

      para informação e valido para aplicação perigoso dmais e tendencioso !!!!!!

      • oi samuca, não deu pra entender o que tu escreveu, fica sóbrio e volta hahahahaha

    • Bibo tava embriagado neste podcast? Do nada falava “Aaahhh Som”

      • huahahau, pois é, no fim das contas veio a calhar com episódio, mas foi só um problema técnico mesmo que não deu pra corrigir. Eu podia ter cortado, mas a informação do Berti na hora era importante e eu teria que fazer um corte bem mais longo se fosse pra tirar por causa disso.

        • Renan da Costa

          Percebi e pensei justamente que o motivo de manter foi a fala!

    • Welber Martins

      Irmão eu discordo do nosso irmão por nas igrejas se prega, muito pouco sobre auto controle e Sensatez, e quando se prega é so sobre Sexo e outras coisas. É muita mais facil para um líder proibir algo daí ele ñ tem que incomodar…

      • Alan Peterson

        Não entendi irmão

        • Welber Martins

          Foi mal! Deixa para lá eu sei q escrevo muito rápido e sem pensar…

    • Welber Martins

      Uma Vez em um debate ñ tendo mais argumentos em favor da proibição. Meu amigo disse que se tu pode beber e se controla porquê ñ para? Além dos argumentos usado pelo Marcelo no Btcast, hoje eu diria para porquê tu ñ para de comer de procurar uma ESPOSA para casar? Esse radicalismo só se prega contra bebida, e os caras ñ tem medo nem de ser fariseu quando o assunto é esse. É que ainda poucos pregam quem é o verdadeiro fraco no qual a Bíblia fala daí, esses além de tudo se acham os fortes e santos….

    • Welber Martins

      O Marcos conhece o Livro o que Jesus beberia?

    • César Aguiar

      Boa noite galera! Episódio SENSACIONAL!! Muito sensato, aberto e esclarecedor. Parabéns galera!!

    • Irlandeses entendem muito de mé, hauehaeu

    • não porque pra eles o vinho de Jesus não era fermentado.

    • Matheus Ramos de Avila

      E depois reclamam que entram na ‘Index’ de alguns pastores..

      Tô louco pra ouvir hehe

    • Daniel Cabral de Oliveira

      Ótima abordagem no que a Bíblia diz sobre o assunto. A maior parte das pessoas querem que a Bíblia tenha uma lista de proibições e outra de permissões, pois receitas prontas não levam a refletir, e o que a “massa” quer é “obedecer” para poder cobrar a bênção de Deus. Quer saber se é pecado ou não tomar umazinha? Então ouçamos este podcast, leiamos a Bíblia e oremos.

    • mano, reouça urgentemente o podcast, tu entendeu algumas erradas… sério

      • samuca

        eu acho q vc não me entendeu ainda …………

        • Fernandovosk

          Ninguém te entendeu. Escreve direito ai meu… kkk

        • Silvana Oliveira E Silva

          Entendi que vc queria um abstêmio convicto para discutir o tema na mesa também. Seria isso?
          Se for, não seria uma ideia ruim. Mas o fato de não ter um abstêmio “roots” ali não diminuiu a discussão, pelo contrário. Tanto a posição de abstinência do consumo de álcool, quanto a do consumo moderado e responsável foram colocadas em pé de igualdade.
          Se a questão da “fraqueza” incomoda, bem… aos fracos só resta orarmos por fortalecimento.

      • samuca

        entendi muito bem o que convidado quis dizer e apesar das argumentação e discordo de alguns pontos não porque o rapaz vez um baita de um estudo pra rebate a proibição de bebida alcoólica mostrando de forma catedrática que não posso discorda .Sei q existe um exagero ,falta de conhecimento , a teologia do cagaço em alguns assuntos mas nesse caso em alguns pontos prefiro conserva os meus conceitos ,trazendo para aplicação imagina se esse pod cast espalhados em varias igrejas no Brasil e fosse passado num culto de domingo qual seria o resultado ????pra quem não cuida de ovelha e fácil fala a respeito de proibição ……….

    • Matheus Araujo

      Parabéns pelo episódio pessoal, acabou reforçando uma posição que eu já tinha.

      Vocês já gravaram algum episódio sobre os fariseus? Se não, acredito que seria um bom tema. Estilo globo reporter. Fariseus, quem são? De onde vem? O que fazem? hahahah

      Abraços pessoal.

    • Rogério

      Cara, sensacional esse cast! Olha, é esse tipo de ensinamento que as instituições religiosas deveriam ter e não ficar enganando a massa com os seus sermãozinhos dizendo que elas/eles devem obedecer, porque se não vão para o inferno! Parabéns ai ao pessoal do btcast, mais uma vez oferecendo teologia de primeira!

    • Gustavo Ribeiro Do Carmo

      Excelente abordagem. Fantástico. Gostaria de tirar um dúvida: alguns anos atrás um pastor contou que quando foi para a Alemanha, ao final do culto, os crentes saíram para o bar tomar as brejas … ele, “batistão” ficou inconformado e questionou seu anfitrião quanto ao fato. A resposta do alemão foi: “Lá no Brasil vocês tomam café ao final do culto … também achamos isso um absurdo” ….
      Enfim, gostaria de saber se essa história (culturalmente falando) poderia ter sido verdade…. há mesmo esta visão entre os crentes alemães quanto a este tema ??

      • Alexander Stahlhoefer

        Não é assim q aqui o pessoal sai do culto PARA (com a finalidade) de ir beber, mas é fato que consumir uma cerveja no almoço de domingo , no fim da tarde é super normal, assim como é super normal o pessoal não beber se for dirigir. Digo isso pois vejo constantemente o pessoal negando bebida pois tem que dirigir, mesmo que aqui não tenha lei seca como no Brasil.
        Sobre a questão do café… acho que foi piada, pois o café é mais ingerido do que a cerveja por aqui, considerando em litros/habitante ao ano.
        Abraço

        • Igor Horst

          No podcast um dos caras recomendou o ingresso na Igreja Luterana caso queiramos beber uma boa cerveja em paz, como faço pra ingressar? HAHAHA Brincadeiras a parte cara, sou de Calvino, mas admiro demais são Lutero! Abraçao

      • Igor Horst

        Também acredito ser um absurdo! HAHA Prost!!!

    • Willian Rochadel

      Nada como uma boa gelada para sentar e ouvir esse episódio.

    • Cacau Marques

      Cara, até entendo que você ache perigoso e tal. Mas tendencioso é uma acusação meio forte, né? Ele apresentou uma exegese dos versículos e sempre colocou qual era a visão de quem discordava daquilo. Mas se você achou que faltou algum contraponto, jogue aqui nos comentários as suas divergências. Bora aumentar a discussão que sempre é legal. Se tiver alguma coisa que a gente não consiga responder, mandamos para o Marcelo Berti dar uma olhada. Abraço.

      • samuca

        até q enfim um resposta sóbrio ao meu comentário ,tendenciosa pode se que foi um exagero mais você como um pastor imagina essa exegese feita ,cair em mãos de um liberal por exemplo o tamanho do estrago que isso poderia fazer ……….hoje em dia vimos as pessoas arrumando diversas desculpas para seus pecados usando a palavra de Deus não estou tirando o mérito do estudo e tal muito bom por sinal mais alguns pontos precisam ser inteirados hj conhecimento bíblico tem que esta acompanhado de maturidade espiritual fato de algumas temas como esse serem esclarecidos não quer dizer todos ouvintes estão preparados para ensina-los ou aplica-los ou até mesmo concorda com tudo q foi dito , muito coisa q aprendi num seminário não prego e nem ensino na igreja ……

    • Silvana Oliveira E Silva

      Galera, parabéns pela audácia e pela ousadia (Que, segundo uma senhorinha que atendi, são coisas beeeemmmm diferentes).
      Como médica, cristã e que já passou por vários cenários eclesiástivos, é uma grande satisfação ouvir uma discussão tão madura.
      Eu já tive que defender o abstêmio da pressão do grupo cristão que bebe, porque ninguém é obrigado nem a beber coca-cola, nem café, nem comer croissant, ou carne ou ovos, ou cebola. Quer comer ou beber? Coma ou beba. E não encha a paciência dos outros.
      Por outro lado, explicar a opção pela abstinência dizendo que qualquer nível de álcool ingerido É prejudicial é, no mínimo, uma afirmação que não foi comprovada. Claro que todos conhecemos os efeitos do abuso e do vício em bebidas alcoólicas, e há um lobby das empresas que impede a discussão madura sobre o tema, como o envolvimento em violência doméstica, no trânsito, e suas repercussões.
      Mas a opção pela abstinência precisa vir de uma decisão madura a respeito, e não de um argumento proibitivo e arbitrário. Conheço abstêmios convictos que, por razões várias, depois pulam para o pólo oposto de forma perigosa e destrutiva, porque a base de sua decisão era frágil como paçoca.
      Quanto aos que optam pelo consumo moderado de álcool, é muito importante a reflexão sobre a responsabilidade no mesmo. Pessoalmente, eu aprecio e ingiro bebida alcoólica, gosto de montar drinks e escolho um bom vinho para o jantar. Mas, até por raciocínio lógico, penso que qualquer pessoa que já teve incidente grave relacionado ao álcool, ou que já teve critérios de alcoolismo, deva se tornar abstêmia, para sua própria proteção (o mesmo não recomendo para quem vomita porque comeu demais, porque se não ela morreria, mas enfim, uma dieta restritiva para disciplina desse aí também não faria mal…). É difícil alguém que já abusou do álcool repetidamente retomar o controle para sempre, e sabemos que o vício é definitivo. Dessa forma, vejo que como Igreja, erramos muito quando não discutimos isso de forma aberta, gerando pessoas que continuam bebendo escondido ao invés de se tratarem, e pessoas que ofendem e discriminam um irmão, só porque o viram sentado num bar (tomando guaraná, muitas vezes).
      Desculpem pelo textão.

    • Giovanni Campagnuci Alecrim de

      Muito bom, já compartilhei em minhas redes sociais e vou abrir um vinho para celebrar!

    • Edjan Menezes

      Gente… Nesse parâmetro de usos, costumes e consciência cristã… O uso do tabaco pode ser encarado da mesma forma que o de bebida alcoolica???