BTCast 069 – Teologia do Sexo

 

Muito bem, moçada, mais um #BTCast no ar, e essa tá uma delícia. Bibo, Mac e Alex se juntam para falar sobre a teologia do sexo.

Nesse episódio veja que o sexo já era bom no Antigo Testamento. Saiba porque ele sela a profundidade de uma relação, conheça o verbo yadar e entenda porque sexo antes do casamento é bucha!

Arte da vitrine Junior Peres, conheça o trabalho dele aqui!

Links comentados:

Twitter Oficial @bibotalk  

Curta nossa FanPage www.facebook.com/bibotalk

Twitter dos integrantes @BiboBTcast | @Mac_Mau | @stahlhoefer | @milhoranza

Assine o feed http://feeds.feedburner.com/bibocast

envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com

ARQUIVO ZIPADO, clique aqui!

Ouça no PLAYER abaixo ou clique em DOWNLOAD para baixar (clique com o botão direito do mouse e escolha a opção Salvar Destino Como, ou Salvar Link) Arquivo MP3!

Categorias: BTCast,Podcast

Tags: ,,,,,,,,,,,,,

  • Luana Cunha

    Vamo q vamo ouvir =)

  • Célio de Castro

    Bacana demais galera.

    Vamos ter mais uma hemorragia já!

  • Ai ai ai ui ui !kkkBaixando!

  • Rapaz o pastor do Bibo vai colocar ele de prova. kkkkkk

    Fique na Paz Equipe BT

  • Não ouvi ainda… mas vai dar o que falar. haushuahs rs

  • Ri muito e aprendi muito! Compartilhando aqui com a galera!

  • JL

    Rapaz, muito bom!

    Att,

  • Jean Marcos

    Até o numero entrou no clima … 69
    rsrs

    Vou ouvir agora.
    Abraços.

  • Eliezer Rogerio

    Bacana, me vieram algumas questões. O sexo e a igreja. O pecado que hoje da disciplina é o sexo! Adultério e fornicação. Os outros passam batido. Como Deus vê o sexo? Uma benção para o homem, mas por que será que ele considerava algo imundo na lei? LV 15 :18 E também se um homem se deitar com a mulher e tiver emissão de sêmen, ambos se banharão com água, e serão imundos até à tarde. E a lei levítica trazia uma série de restrições do sexo quanto a relação com certo grau de parentes, é complicado explicar isso diante do contexto do primeiro casal( mas é outro assunto complicado).
    Essa coisa de mandar o cara voltar para a primeira esposa, o Bibo colocou a situação de serem novos convertidos, e nesse caso não faz sentido né…as coisas velhas já passaram. Mas se já eram cristãos? Eu soube que o Pr Kleber Lucas está no terceiro casamento! E será que alguém que está no terceiro casamento pode ser pastor? O que ele prega em um casamento ou culto da família?
    E como explicar para alguém que o homem mais sábio da terra, que recebeu tal sabedoria de Deus, tem 300 concubinas (Um amigo meu que não é cristão, mas que frequentou a igreja por quase dois anos disse: – Ah tá, no final da vida, depois de pegar 300 mulheres, fica fácil dizer “tudo vaidade, melhor é temer ao Senhor” assim até eu irmão. E qual era a pena para o pecado de Davi? Não era a morte? Mas ele pegou Beteseba, matou seu esposo e escapou? O homem segundo o coração de Deus)
    São questões que me vieram à mente. Um abraço pessoal

    • Bom sobre o a impureza que você citou do livro de Levíticos, creio que devemos levar o contexto histórico.
      O povo de Israel estava no deserto e sabemos bem que o sexo tem troca de fluidos.
      Creio que está purificação foi dada por Deus mais pelo motivo de higiene e saúde, visto que o sexo pode ser uma porta para doenças.
      Imagina meu irmão como deveria ser o sexo feito por aquele povo que estava no deserto.
      Agora imagina como deveria ser o mesmo com pessoas dentro da terra prometida.
      Nesse caso deveria se ter algum meio de higiene.
      Vejo isso como exemplo da carne de porco.
      A carne de porco é considerada imunda, quando olharmos bem percebemos que ela era imunda porque normalmente era uma carne usada em rituais daqueles povos da região, mas se não olharmos por este ponto de vista podemos perceber que Deus também está protegendo o seu povo de possíveis doenças, visto que a carne de porco se não tiver um cuidado necessário não se consegue eliminar todas as possíveis doenças que ela pode causar.
      Imagina como deveria ser a higiene deste povo.

    • Bibotalk

      podcast sobre casamento

      sobre Salomão, é simples, a poligamia era aceita na cultura do AT.

  • Eduardo Cavalcanti

    Sobre sexo ser a consumação do casamento, vale ressaltar o caso de Lia e Raquel né

    • Bibotalk

      explique mais

  • Michael David Noardo

    Olha… por muito tempo acreditei de fato que o verdadeiro casamento era quando um homem se deitava com uma mulher e se tornavam um só, seguindo justamente a colocação de Paulo quando não se pode deitar com Prostitutas, e a palavra casamento era somente uma mera celebração, somente uma festa para comemorar, mas que de maneira alguma essa festa Celebração seria a divisão entre não casado e casado, penso que é igual uma festa de aniversario, não ficamos mais velho no dia que celebramos mas ficamos mais velhos no dia de nosso aniversário.

  • Interessante o epis

  • Interessante o episódio. Realmente isso ainda é um assunto “evitado” dentro das igrejas. Porém, acho muito interessante (e engraçado) a forma como o Pastor Cláudio Duarte (pesquisa os vídeos no Youtube) aborda o sexo dentro do casamento. As pessoas tem medo do sexo, mas Deus fez ele por bons motivos. Então, se dentro do que Deus permite, porque não aproveitar?

    Abraço!

  • Fabio Vilas Boas

    Pessoal,
    Tema delicado de ser abordado, mas vocês mandaram muito bem, episódio relevante para o jovem Cristão!
    Que Deus os Abençoe cada dia mais!
    Abraços!

  • Pedro

    Muito bom epis

  • Pedro

    Muito bom episódio pena que é tão pouco tempo para tanta informação, seguem alguns pontos que eu queria tocar.

    1. Não havia namoro também no Novo testamento, como vocês veem como adaptar essa convenção da modernidade nas sagradas escrituras?

    2. Você afirmou que paulo disse que se o casal fica mto tempo sem fazer sexo “abre brechas”, isso não vai de encontro à teologia da batalha espiritual?

    3. E o sexo homossexual? Por mais, que de certa forma colocada um pedra sobre o assunto tipo é pecado e ponto final. Acho que hoje as relações da sociedade também mudaram, não consigo entender como simples pecado, mas caberia um podcast só para o assunto.

    • Bibotalk

      1 – adapte utilizando os princípios da Palavra para escolher bem quem namorar
      2 – você está lendo a palavra brecha com esses óculos da TBE, eu usei no sentido restrito da palavra, ou seja, abrir uma oportunidade “para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio.” 1Co 7.5
      3 – caberia um podcast só para o assunto

  • Achei muito bacana o pod.
    Fiquei aqui pensando, o Bibo não considera que se a pessoa transou casou e usou o exemplo de Isaque e Rebeca pra demonstrar o que seria um casamento.
    Ate aqui tudo bem, mas e se formos olhar no caso de Adão e Eva ?
    Ali não houve acordo, só o mandado de Deus para o os dois e nesse caso o ato não foi equivalente ao que seria nos nossos dias ao de se assinar os papéis do cartório ou colocar o dedo na aliança?

    • Bibotalk

      não seria. A união de Adão e Eva mostra a profundidade do sexo, mas não é o casamento como viria a ser desenvolvido nos testamentos.

    • Mac

      Só vale ressaltar que, em certo sentido, a união de Adão e Eva é tida como padrão de casamento, reiterado pelo próprio Senhor Jesus. (Mc 10:6-9) Assim, a primeira união ainda constitui o núcleo do casamento, todavia, não pode ser tomado como nosso paradigma porque ocorreu em um contexto bem peculiar, principalmente pelo fato de ter sido antes da queda (ruptura).
      Por causa do pecado a institucionalização do casamento fez-se necessária, esta sim, tornando-se o paradigma de Deus para a humanidade.

      • Agora sim, entendi melhor.
        Valeu Mac !

      • Jefferson

        Bom, o fato de que o homem saiu dos padrões que Deus havia insistido para ele não justifica a invalidade do sexo como consumação do casamento. A institucionalização do casamento se fez necessária apenas por uma questão social de controle familiar ou social. Na minha opinião, casar é fazer sexo. Acredito que esta é a forma que mais se aproxima do conceito inicial de Deus. Considero a cerimonia apenas uma tradição, que não deixa de ser justa, afinal é um fato decisivo (e deveria ser irrevogável) para formação da família. Não é uma aliança no dedo ou uma certidão de casamento que fazem, diante de Deus, um casamento válido. Correto seria termos uma única pessoa escolhida para com ela edificar uma casa, uma família. Claro, acredito nisso mesmo que não aconteceu comigo desta forma, embora assim quisesse. Quanto as formas de se fazer sexo, se estiverem de acordo, ninguém poderá o acusar.

        • Fabiana Alves

          Se casar é fazer sexo, o que dizer da passagem: (João 4 – 16. Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido e vem cá.
          17. Respondeu a mulher: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido;
          18. porque
          cinco maridos tiveste, e o que agora tens não é teu marido; isso disseste com verdade.)?

  • Será uma BTCast gozado? 😀

  • Fábio Kaiser

    Depois desse Btcast falando sobre o Sexo o comercial da OLX nunca teve tanta audiência! “Sabe de nada inocente… que abundância meu irmão”!!

    falando sério agora, foi muito esclarecedor, esse tema que vocês abordaram, e foi legal também porque vocês falaram de uma forma não eufemizada da coisa,no popular, rasgaram o verbo e ainda esclareceram sobre a questão histórica do sexo no antigo testamento e ainda fazendo uma ponte para os dias de hoje, como diz o nosso amigo milhoranza que não participou desse Btcast libidinoso santo, #Sensacional!!

  • Junior Vieira

    como diria o Milhoranza “SENSACIONAL”,comecei a ouvir o BTCast no episódio 63, depois disso ouvi todos várias e várias vezes. até que cheguei no 63 e fiquei surpreso com a entrada do Milho. kkkkk.
    vocês tem edificado muito minha vida.

    • Robson

      Ri muito no começo do btcast, porém tenho que discordar do fato do sexo anal ser algo que se o casal estiver de acordo não tem problema, isso pelo fato do prazer. recomendo o link https://www.youtube.com/watch?v=yhLwcJ0TKS4 . O qual mostra os perigos que há pela prática. Além do mais a palavra CONJUNÇÃO SEXUAL ANAL ENTRE HOMEM E MULHER OU ENTRE HOMOSSEXUAIS MASCULINO.Creio que Deus estabelece limites na nossa vida, creio tamque que a unidade do casal é um ponto importante no prazer, isto é, o simples fato de estar com a pessoa já lhe dá prazer, claro que nesse sentido não estou falando do prazer sexual. Além disso Romanos 1 cita sobre o homem e a mulher deixarem de ter relação normal da natureza e 1 Coríntios 6.10,13 mostra que é algo condenável. Paz e graça.

  • Caio

    Casamento `e sexo… ok. Mas sexo `e casamento? Sobre a loucura do casal que casou mas diz que nao ira fazer sexo, bem, isso `e loucura. Mas, todo ato sexual representa casamento? sexo sem compromisso, ou responsabilidade, nao deveria ser chamado por pecado, em vez de casamento? sem “bencao de deus”, sem bencao dos pais, sem compromisso, sem “conhecimento profundo”… chamar isso de casamento nao seria chamar o profano de sagrado?

  • Bem, esse foi o episódio mais “tenso” que já escutei. Achei o pessoal meio saidinho… HAhah… (É brincadeira). Por vezes, precisamos de um papo franco assim. Paz e bem!

  • jefferson santana

    Parabéns! Mais um belo podcast! Muito lúcido. Valeu pela homenagem (provavelmente não intencional ao José Wilker kkkk).
    Aaaaaa só achei que faltou falar mais específicamente sobre o celibato dos sacerdotes.
    SHOW

  • Wagner Santos

    Cara, massa esse pod… Achei que vcs fossem ficar em cima do muro em algumas questões… Mas foi um arraso… E vc, Bibo…Não mediu, as palavras, heim?….
    Parabéns!!!!

  • muito bom bt ….rsrsr que Deus os abençoe meninos

  • Matheus

    Muito bom o podcast. Parabéns. Apenas me surgiu uma questão: Quando Jesus diz que só de olhar e desejar a mulher do próximo já cometeria adultério, se eu desejar minha própria namorada estaria cometendo fornicação? E de que maneira poderia casar com com ela se não a desejasse?

    Obrigado.

  • PH

    Baum d+ o pod.. to aprendendo muito com vcs..

  • Abraão Lynconl Torquato

    Meeeeu Deus! kkkkkkkkkkkkkkkkk