BTCast 045 – Trindade

 

Muito bem moçada, já começo perguntando: você tem plano de saúde? Caso negativo, pare por aqui, pois esse podcast tem muita informação por kbps…

Nesse episódio tentamos discutir um dos grandes mistérios da teologia cristã, a Trindade. Como entender essa doutrina? Quais os erros mais comuns? Como o AT expõe esse conceito? Ele está claro no NT? E qual a importância da doutrina para a nossa salvação? Aperte o play, pegue seu bloco de anotações e pratique esse esporte conosco!

Arte da capa de Brão Barbosa, no site dele você encontra outros trabalhos bem como o desenvolvimento das capas que ele faz pra gente http://braobarbosa.com

Links comentados no episódio:

 Siga-nos no twitter @bibotalk @Mac_Mau @stahlhoefer

Curta nossa FanPage www.facebook.com/bibotalk

Assine o feed http://feeds.feedburner.com/bibocast

envie seu comentário em áudio para podcast@bibotalk.com

ARQUIVO ZIPADO, clique aqui! clique com o botão direito em clique aqui e salvar link como

Ouça no PLAYER acima ou clique em DOWNLOAD para baixar (clique com o botão direito do mouse e escolha a opção Salvar Destino Como, ou Salvar Link) Arquivo MP3!

Categorias: BTCast,Podcast

Tags: ,,,,,,,,,,,,

  • Victor Salgado

    Baixando agora!!!
    Bora escutar!!

  • Arilson saw

    Indo pro trabalho, na escuta.

  • Uau!!! Os unicista pira!!

  • Luciano Coelho Alves

    Eis um tema que não “se encerra”, pelo menos não em um podcast.
    Terei que ouvir pelo menos mais umas “três” vezes para poder absorver tudo o que foi dito, sem falar nos “estrangeirismos” que para alguns mais conservadores pode soar como “barbarismos”.

    Falar de Trindade é algo muito complexo e difícil mesmo, parabéns por facilitarem um pouco rsss.

    Nunca podemos perder de vista e como teólogos vocês são impecáveis na “interpretação de contexto”.

    Parabéns!!!

    • mee mano não estudei sobre isso na E.P.O.S mas ainda vamos ver lá.
      Mas enfim,eu aprendi errado sobre a Trindade:aqui na minha igreja é usado um ovo cozido pra explicar a Trindade,fica bem confuso né mas é assim.
      Depois desse btcahs eu aprendi melhor .vleu abraços pra vcs………

  • Lismaicon Izidro

    Poisentão!
    Gostei bastante do cast, como se isso fosse novidade…
    Eu tenho “minha visão” da trindade… Eu vejo Ela como uma forma que Deus usa para diferenciar cada momento de sua atuação na história da humanidade.
    Pensemos em Deus Pai soberano e com atuação direta no velho testamento. Ele abriu o mar, fez fogo descer do céu, queimava a sarça sem consumi-la… Era uma manipulação das forças da natureza de forma sobrenatural e direta. Então, a manifestação de Deus na Terra deu lugar à Jesus, o Deus Filho, que agiu diretamente na humanidade, mas não apenas manipulando as forças naturais de forma soberana, mas mostrando que todos que crescem poderiam ter acesso á essa fonte de poder, além logicamente de fazer real o plano da salvação. Então veio o Espírito, que também age divinamente na humanidade, mas de forma interior… Ao meu ver, mares não são mais abertos nem coisa parecida, mas a manifestação de Deus ainda é tão presente quanto foi, mas nos corações de quem recebe o Espírito Santo… Se trata, na minha opinião, da forma como Deus aborda a humanidade em cada uma das ocasiões. Sem querer me alongar mais, eu vejo dessa forma. Deus continue abençoando esse trabalho de vocês, agora deixa eu pegar um pano e limpar aqui meu nariz, de mais essa hemorragia… Forte abraço!

    • Alex

      Lismaicon,

      Obrigado pelo comentário. É muito importante buscar expor suas ideias e a forma como compreende a doutrina da trindade. Quando expomos nossas ideias à critica dos outros irmãos à luz da Bíblia, temos a oportunidade de refinar nossa compreensão e crescer. Aliás, as doutrinas surgiram assim, quando irmãos expuseram suas compreensões ao todo da Igreja e foram sendo analisadas, corrigidas, ampliadas e solidificadas.

      Bom, por um lado eu concordo contigo quando olhamos da persepectiva da ação de Deus. Por outro lado, penso que ao dividirmos a ação de Deus em compartimentos estanques acabamos por não perceber que o Novo Testamento relata que o mundo foi criado por intermédio de Cristo (Cl 1.16), que o Espírito Santo já agia no Antigo Testamento (profetas, reis). Não percebemos a ação do Pai no NT, ou que Cristo permanece atuante mesmo após a sua exaltação (vide Apocalipse). Por esta razão é complicado a interpretação da doutrina trinitária por “eras” de ação de cada pessoa. Cairiamos então num monarquianismo modalista.
      Abraços mano!

  • Bryan

    Trindade! Está aí um assunto que nem mesmo 100 btcasts jamais esgotarão.
    Muitas teorias da divindade correram solta na era patrística. Ao meu ver acho que os pais pós-nicenos como o citado Agostinho, Ambrósio e João Crisostomo, Jeronimo e os 3 capadócios, dosaram bem a filosofia por trás do entendimento desta fantástica doutrina.
    Vejo uma certa imprecisão em pais tais como Irineu, Orígenes e Tertuliano, onde muitos dão até margem para estes serem subordinacionistas. No caso de Irineu é devido ao contexto apologético da época, já os outros dois escorregaram no quiabo mesmo.

  • Boa!um assunto de grande importância….Muitos se encontram,ainda,infelizmente,”desprovidos” das dutrinas que são base da vida Cristã.Atualmente se atropela muito as mensagens que muito nos importa aprender.discutir,trocar informações….Mas no tocante a isso Deus ainda tem usado pessoas como vcs para sanarem nossas dúvida,ou não,kkkk!Vou baixar e volto para comentar,,,Valeu Galera do BT!

  • Será que este pod vai Calar a “voz da Verdade”?kkkkkkkkkkkkkkk!

    • Bibotalk

      Muito bom!

    • Alex

      ahahhaah tomara!

      • Taí algo que não foi abordado: por que o unicismo é perigoso. Eu não tenho uma resposta firme ainda

        • Sapão, dá uma olhada nos comentários desse mesmo BTCast no irmãos.com
          O Alex escreveu um dos comentário lá que aborda a sua dúvida 🙂

  • Patricia de Oliveira

    loucura total…quantas vou ter que ouvir de novo mesmo??…tipo assim…perdi a conta:P

  • Giovana Berbert

    Lencinhos nasais preparados e download inciado!
    Tema das lições da EBD, chegar domingo cheia de comentários teológicos, certo produção?

  • Pessoal…muito bom o podcast!!!

    Num estudo que fiz sobre trindade há uns anos atrás fiz uma analogia bem simples (era uma aula para adolescentes) da seguinte forma:

    Trindade é 1x1x1 = 1

    Eles acharam o máximo e entenderam de uma vez por todas porque 3 pessoas era considerada uma só (como diz a música do Legião…rs)

    O que vcs acham disso?

    Abraço,

    Franklin Almeida
    Achando Graça
    http://www.achandograca.com.br

    • Alex

      Franklin,

      Geralmente eu sou contra formulações matemáticas pois tentam encaixar Deus num esquema racional e lógico, o que pra Trindade não funciona. MAS!!!
      Gostei da charada matemática. Você usa o numero 1 como unidade, e ao mesmo tempo como a diversidade. Ao multiplica-lo por ele mesmo três vezes você tem ele mesmo! Genial!!
      A única ressalva é que os três “1” não são o mesmo 1 em cada posição, pois são diferentes pessoas. De resto tá perfeito!
      Abraço

  • Mário Teresa

    Acredito que a maioria dos cristãos não entenda a trindade, e curiosamente não curtem discutir esse assunto… vou ouvir o pod e volto pra comentar!
    Baita tema!!!

  • Bibotalk

    VALEU PELOS COMENTS PEOPLE

  • Luiz Perin

    Hemorragia nasal, só de ler o título do post.

    Ouvindo agora com a minha esposa.

    E aê Bibo? Quando volta a promoção da camisa? Quero comprar uma para a minha filha, que vai nascer qualquer dia, esta semana…

    abraços para toda a equipe, principalmente para o Mac, este anabatista sapequinha…

    • Mac

      Anabatista? Primeira vez que me chama disso, kkk

      • Luiz Perin

        Desculpe Mac, confundi Anabatista com Amilenista… mas, no fundo, no fundo, pra mim, são tods da mesma “corja”.

        brinks…

        • Luiz Perin

          Mas essa sua barbinha “Quaker reformado” não nega nada!

  • Pessoal, muito bom. Efeito BTcast no ônibus, rsrs

    Sobre o “Anjo do Senhor” do VT tem também este texto que parece indicar que o anjo da aliança (na NVI traduzido como mensageiro) é Jesus:

    “Vejam, eu enviarei o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim. E então, de repente, o Senhor que vocês buscam virá para o seu templo; o mensageiro da aliança, aquele que vocês desejam, virá”, diz o Senhor dos Exércitos.
    Malaquias 3:1

  • Tenho uma dúvida:

    O que significa o termo “economia” na teologia? Além de ouvir no btcast já vi muito este termo usado por pais da Igreja como Irineu em “Contra heresias”.

    Até hoje não entendi muito bem o que quer dizer “economia” no contexto teológico.

    • Bibotalk

      A grosso modo Fernando, economia significa ordem da casa, ou seja, a ordem em que as Pessoas da Trindade agem na criação.

  • Manos,

    Exponho aqui minha dificuldade com esse assunto.
    A dificuldade é de entendimento em sua plenitude. Meus questionamentos me levam à alguns becos sem saída que em alguns momentos foram sanados por vcs.

    Vou dar uma olhada nas indicações de leitura que vcs sugeriram.

    VALEU!!!!

  • Muito bom.

    Edificante!

  • Gostei do comentário do Mac sobre para quem devemos orar (Pai, Filho ou Espirito Santo)

    Seria legal fazer uma parte 2 e abordar como as seitas interpretam tais pessoas (no caso dos TJ´s, o ES é uma força)

    Uma dúvida que não sei se tem a ver com o pod é a questão de “ver Deus”. No AT, há algumas dúvidas se Deus foi visto mas no NT diz que Ele não pode ser visto

  • Hey, pessoal, ótimo episódio mais uma vez!

    Gostaria de entender qual a definição de “atualizar”, quando vocês dizem que o Espírito Santo “atualiza” o trabalho do Pai e do Filho. Esse atualizar seria um “improvement”, que adiciona algo ao que já existia (como os upgrades de programas), ou apenas um “trazer para o dia atual”, no sentido de que o Espírito traria para o dia de hoje, em nossa vida, aquilo que foi feito na eternidade e o que foi feito há quase 2000 anos?

    • Bibotalk

      Isso mesmo Glória, o ES torna eficaz em nós hoje a obra de Cristo. Ele é o nosso link, Pai e Filho agem na criação mediante o ES.

      • Então, por exemplo, mesmo o processo de santificação, que é feito pelo Espírito em nós, seria uma aplicação daquilo que já foi feito na cruz, e não um trabalho novo, à parte, certo?

        • Alex

          Exatamente glória. Toda a obra de redenção da sua criação poderia ser vista como várias facetas de uma mesma obra do Deus Triúno. São diferentes no sentido que elas tem em si mesmas (justificação, santificaçao, glorificação, por exemplo), mas são interconectadas e interrelacionadas. Se forem desconectadas uma da outra, teriam sido obras a parte de cada pessoa triuna, e ai abririamos porta para um triteismo.

  • Gleidistone Antonio

    Não tive hemorragia nasal. Mas o assunto abordado foi muito bom! Gostaria de sugerir um BTCast ou BTLero sobre essas questões magia negra na bíblia, feitiçarias, bruxos,etc. Se macumbaria “pega” em crente. Algo do tipo.

    Graça e paz!

  • Fábio Vilas Boas

    Podcast Muito bom, confesso que já escutei umas três vezes, rs, esse final de semana vou ler as referências!!!

    Abraços!!!

  • Biboooooo, a palavara dispensação equivale a economia?pois a palavra (dispensação )grega significa literalmente “administração de uma casa”, e “economia”..É isso?

    • Mac

      Lourival,

      Penso que sim, dá pra intercambiar pela palavra dispensação.

  • Olá Alex, Bibo e Mac!!

    Curto muito o BTCast, o blog Bibotalk e os pensamentos que vocês compartilham nestes canais e em todas as redes sociais possíveis.

    Conheci o Bibotalk numa pesquisa feita no Itunes sobre “Podcasts Cristãos”. Queria conhecer pessoas que divulgassem conhecimento teológico com responsabilidade e transparência. Encontrei vocês! rs…

    Sou um estudante da Palavra de Deus, aprendiz e caminhante em Cristo, selado pelo Espírito Santo. Tenho 20 anos, uma fase, um tempo pra lembrar de meu Criador. E como dizia Salomão: “Há tempo para todas as coisas debaixo do sol”, vocês fazem parte deste tempo em minha vida.

    Agradecido, em Cristo Jesus, por cada um de vocês que compoem um único chamado: Servir!

    Um abraço!

  • Luiz Fernando Nunes

    Legal o podcast e a iniciativa de vocês, estou aprendendo muito através do site. Quanto a trindade, Deus é incomparável, por isso fica difícil de entender.
    Um abraço!

  • Leandro Santana

    Ouvindo novamente,
    Gostaria de saber o nome da música que aparece ao final da gravação próximo de 1:07:13 em torno disso..
    obrigado
    graça e paz senhores.

    • Mac

      Leandro, esse episódio tem apenas 55 minutos 🙂

  • Francisco Junior

    Senhores do Concílio de BTsCASTs, em um dos filmes da série Zeitgeist (o filme é fraco mas tive um propósito em assistir) ouvi um pastor tentando explicar o conceito de Trindade através da “Água”.
    Achei interessante pois, ao parar para pensar, diferentemente do Sol, a água pode se apresentar em 3 formas diferentes, mas mantendo a mesma essência… Você acreditam que é um bom exemplo para comparar com a Trindade?

    • Mac

      Franciso,

      A rigor, nenhum exemplo vai expressar com perfeição o conceito de Trindade, mas pessoalmente creio que esse da água em seus três estados é melhor do que o do sol.

  • Djonatah Stiegler

    Olá pessoal,

    Gostaria que vocês se posicionassem a respeito do livro “A Cabana”, que virou um hit da cultura pop e, de maneira positiva ou negativa, tem contribuído para a concepção da trindade. Sera possível?

    (Não recordo se no histórico do bibotalk existe algum text/áudio com a discussão desse livro, se houver, me desculpem).

    Abraço

  • Erik Braganca

    Oi pessoal, muito bom o podcast mesmo que eu não consiga ver a trindade na Bíblia tao claro assim, mas sim na teologia de algumas vertentes. Gostaria também de que vocês chamassem uma pessoa com a visão diferente como fizeram com Calvinismo e arminianismo, pois a bíblia também diz em vários versículos que Deus é um só o pai, e jesus disse que o pai e maior. De novo muito obrigado que Deus vos abençoe

  • Anderboy

    Não estou persuadido que Deus se manifesta de uma forma burocrática e não ecônomica conforme a doutrina trinitária. Essa doutrina extra-bíblica tem furos demais para ser levada a sério.

    (1) Por que Deus escolheria usar filosofia grega para se revelar e ir além do que ele inspirou os escritores da Bíblia, ainda mais dois séculos depois do novo testamento ter sido escrito?

    (2) Deus se revelou face a face com Moisés e não deu nenhum indício de ser um Triuno, antes, Ele se revela como um Deus único (Deut. 6:4 é bem claro). Todos os servos leais de Deus no AT não eram trinitários e viam Deus como sendo único, isto é, uma única pessoa.

    (3) O Senhor Jesus identifica o Pai como sendo o único Deus verdadeiro, tal como em Joao 17:3 (ah, sim 1 Joao 5:20 precisa ser interpretado à luz das palavras do Senhor Jesus e não de Teologia platônica). Quando Jesus é referido como “Deus”, isso é porque ele representava o Pai como ele mesmo disse em João 10:34,35 (similar ao papel de Moisés em Exodo 7:1, onde se lê que o Senhor fez Moisés de “Deus” para faraó). É neste sentido que o Senhor Jesus é divino, tal como em João 1:1.

    (4) Em Pentecostes, após o derramamento do Espírito Santo, nenhuma doutrina trinitária é revelada. Pedro fala que o Deus dos antepassados dos Judeus ressuscitara Jesus, e que Deus o enaltecera por faze-lo de Senhor e Cristo (Atos 2:32-36). Em seu martirio Estevão vê Jesus sentado a direita de Deus (e não ele como sendo o próprio Deus).

    “Mas ele [Estevao], estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus” Atos 7:55

    Aqui não há trindade, fala-se dos três mas apenas um é Deus.

    (5) O apostolo Paulo reafirma que para os cristãos deveria haver um só Deus, o Pai (e não o pai, o filho e o espírito santo), conforme 1 Coríntios 8:5,6. Ele também é revelado como MEDIADOR entre Deus e homens e não o próprio Deus (1 Timoteo 2).

    (6) Mesmo glorificado o Senhor Jesus continua subordinado o pai e claramente é criado por ele. A passage escatológica de 1 Corintios 15:24-28, por exemplo não faz o menor sentido dentro da doutrina trinitária, que é claramente extra-bíblica. Por que ele, por exemplo, sendo Deus precisaria de uma revelação vinda de Deus (isto, é Apocalipse 1:1)?

    Quer dizer, em toda a história da igreja primitiva nenhuma doutrina explícita da trindade é ensinada e à luz do que o Senhor Jesus diz e ensina há sérias contradições com a doutrina.

    Então vai me dizer que teólogos não inspirados por Deus e inclinados a filosofia platônica (i.e. Tertuliano, Augustinho…) e um político sagaz (Constantino, o organizador “neutron” do Concilio de Niceia) estão em melhores condições de explicar a Deus do que a revelação bíblica? Fala sério meu! isso sim é de fazer sangrar o nariz!

    • Anderson

      Só para ficar claro o ponto 5: Ele, ie, O Senhor Jesus é revelado como mediador entre DEUS e os homens.

      • Alex

        Respeito sua posição anticultura mano. É bem mais fácil ir pra caverna e viver de gafanhotos e mel silvestre do que se aventurar neste mundo onde precisamos falar de Cristo na lingua portuguesa, ou alemã, ou qualquer outra inteligivelmente dentro de uma cultura e tempo. LOGO, é falacioso dizer que a tua opção é a única escriturística, afinal de contas as escrituras são um processo histórico cultural de revelação e não leis amorfas dadas diretas do alto sem mediação humana. Portanto, seus argumentos antifilosoficos apenas reforçam que não é possivel pensar aparte da cultura, e vc é fruto tão fruto de um processo cultura isolacionista quanto os que “usaram” filosofia pra descrever a fé cristã. Aliás, seus resultados anti Trinitaristas são tão liberais quanto os de Adolf von Harnack, só que vc os explicou de outra maneira. É isso que acontece quando o crente entronizado na cadeira da razão autonoma se julga o detentor do poder de interpretar as escrituras à parte da comunhão dos santos, aí fica fácil dizer que o pensamentro trinitário é falho.

        • Anderson

          Quando cessam os argumentos rotulação e ad hominen sempre da uma ajuda. Não, não sou anticultura só acho que a trindade é um grande anacronismo. Há pontos interessantes na filosofia moderna, mas o pensamento grego em muito diferia da cultura judaica – não havia parceria entre luz e trevas, lembra? Ario estava certo, o filho foi gerado por que foi criado pelo pai, filho de Deus que era, assim como Adão fora. O principio e primogenito da criação É parte da criação. (Col 1:15,16; Apoc. 3:14).

          Cristãos verdadeiros viveram e morreram sem ser expostos à doutrina trinitaria e nem por isso eram heréticos, sectários ou isolacionistas. Tambem os servos de Deus precristãos nunca sequer imaginaram essa doutrina ilogica e um pouco esdruxula.

          Ainda há muitos cristãos hoje que não acreditam na trindade. Embora não sejam ameaçados com a fogueira como Zmiguek Servet foi (por não a crer nessa doutrina não bíblica, alienada da cultura e herança espiritual Abraamicas e claramente inspirada por filósofos gregos pagãos).

  • Anderson

    i.e. Miguel Servet: queimado na estaca pela “heresia” de não crer na trindade (tal como Isaac Newton não cria e rejeitava, porém não com a mesma sorte):

    pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_Servet