Busque a bondade do Senhor

Como crescer com a leitura da Bíblia

Deus está sempre nos revelando a glória de Cristo em Sua palavra. Ele começa com um novo nascimento e continua revelando a glória de Cristo. Nossa nova vida começou com um milagre – e ela continua com um milagre.

           O milagre ininterrupto que Deus opera por Seu Espírito consiste em que nos tornemos cada vez mais parecidos com aquele que admiramos e apreciamos – Cristo. O apóstolo Paulo escreveu:

           “E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito.” (2 Coríntios 3:18 – NVI)

           As expressões “contemplamos” e “sendo transformados” estão conjugadas no tempo presente, ou seja, significam uma ação contínua – não são inertes, mas sim contínuas. “Contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados”. Isso é o que Deus faz diariamente conforme olhamos para Ele em Sua palavra. É o que Ele faz semanalmente na pregação da Sua palavra no culto da congregação. E é o que eu oro para que Ele esteja fazendo agora enquanto você lê.

Cuidado com os planos de crescimento

       Muitos cristãos, especialmente os novos convertidos, anseiam por um método de discipulado que os mudará rapidamente, bastando seguir poucos passos que sejam claros e factíveis. Eu aconselharia você a não buscar tanto um método tão infalível. Tais abordagens de crescimento e mudança frequentemente levam à desilusão e, às vezes, a crises de fé – por que isso não está dando certo para mim?

           O caminho de Deus na direção do crescimento tem mais a ver com o regar uma planta ou alimentar um bebê em vez de construir uma parede, tijolo por tijolo, com um manual em suas mãos. Quando constrói uma parede desta forma, você enxerga cada tijolo colocado e mede o progresso. Nós seguramos o tijolo, aplicamos a argamassa, colocamos a peça e… voilà! Crescimento! O crescimento cristão não é assim. Ele é mais orgânico, com menos controle de nossa parte, e normalmente mais lento.

Cuidado com planos que colocam você no controle das coisas e prometem mais do que podem entregar.

Anseio por leite espiritual

Considere o texto de 1 Pedro 2:2-3:

“Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação, agora que provaram que o Senhor é bom.  (1 Pedro 2:2,3 NVI)

           A figura utilizada é a de uma criança em crescimento. No final do dia, você consegue enxergar o crescimento? Não. Ao final da semana? Também não. Mas após um ano? Sim! Você controlou o crescimento ao adicionar centímetros e quilos? Não. Você alimentou a criança. Você limpou a criança. Você protegeu a criança do mal. E Deus deu o crescimento.

           Pedro nos diz: “desejem de coração o leite espiritual puro” da mesma maneira que um bebê deseja alimento quando está com fome. Em outras palavras, anseie por isso de verdade! Chore por isso! Não fique quieto até consegui-lo. O que é o leite? Duas dicas: primeiro, Pedro tinha acabado de descrever o novo nascimento de um recém-convertido ao cristianismo em 1 Pedro 1:22-25. Ele disse que “vocês foram regenerados… por meio da palavra de Deus, viva e permanente… Essa é a palavra que lhes foi anunciada”. Dar a vida significa que aquilo que Deus usou para criar uma nova criatura em Cristo – a forma que Ele gerou o novo nascimento – é a palavra de Deus, especialmente a doçura do evangelho.

           Logo, ao dizer, dois versos à frente, que o cristão deve desejar o leite espiritual para o crescimento, é natural pensar que Pedro continua se referindo à palavra que deu vida em primeiro lugar.

 

Como ler a Bíblia

           A segunda dica de Pedro é pensar sobre a palavra, quando ele fala sobre o leite no verso seguinte (1 Pedro 2:3) “agora que provaram que o Senhor é bom.”

           A palavra “provaram” nos indica que Pedro continua pensando sobre desejar o leite. E aqui o sabor da bebida é “que o Senhor é bom”. O leite que desejamos para crescimento é a bondade e gentileza do Senhor reveladas em Sua palavra. Dizendo de outra maneira, é ler a palavra com uma intenção específica de provar a bondade do Senhor por meio de nossa leitura.

           Pedro diz que o resultado dessa alimentação habitual do leite espiritual da bondade de Deus em Sua palavra será “crescer na salvação”. Nosso crescimento se dará em direção ao clímax de nossa transformação total quando Cristo retornar. Enquanto isso haverá crescimento real, ainda que de forma crescente e, às vezes, lento.

           Esse crescimento é um milagre, o qual não conseguimos gerenciar em sua inteireza. Quero dizer que não devemos ter uma atitude passiva, mas o trabalho espiritual decisivo pertence a Deus.

 

Deus dá o crescimento

           Jesus nos contou uma parábola para enfatizar o trabalhar divino no crescimento:

           “O Reino de Deus é semelhante a um homem que lança a semente sobre a terra. Noite e dia, quer ele durma quer se levante, a semente germina e cresce, embora ele não saiba como. A terra por si própria produz o grão: primeiro o talo, depois a espiga e, então, o grão cheio na espiga. Logo que o grão fica maduro, o homem lhe passa a foice, porque chegou a colheita”. (Marcos 4:26-29 – NVI)

           Essa parábola é sobre o Reino de Deus atuando no mundo. Mas o princípio se aplica ao Reino de Deus trazendo crescimento para o crente. O argumento dessa parábola é que, ainda que semeemos (conforme nos alimentamos do leite espiritual da bondade de Deus em Sua palavra), “a semente germina e cresce sem que ele saiba como”. Isso não está sob nosso controle. É Deus quem dá o crescimento.

           Ou, como Paulo diz sobre o crescimento da fé entre os Coríntios, “Eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fazia crescer; de modo que nem o que planta nem o que rega são alguma coisa, mas unicamente Deus, que efetua o crescimento.” (1 Coríntios 3:6,7 – NVI)

John Piper

Fundador e professor, desiringGod.org

https://www.desiringgod.org/articles/look-for-the-kindness-of-the-lord

Tradução: Fábio Souza

Revisão: Ronaldo Lana

Categorias: Blog,desiringGod,Reflexões,Textos

Tags: ,,,